terça-feira, 29 de dezembro de 2009

2009 - UMA RECORDAÇÃO PARA TODA A VIDA










Quero brindar esse momento de festa de final de ano com as alegrias que compartilhei com a chegada do meu filho. Cada dia que passa são novas conquistas: o batizado, o primeiro aniversário, as primeiras traquinagens, as primeiras sílabas...enfim agradeço ao Pai Criador pelo maior presente da minha vida. Ofereço a vocês, amigos e leitores, esses momentos únicos.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

FELIZ NATAL....FELIZ REFLEXÃO


Parece que tudo se repete...todos anos temos o Natal. O que é incrível é que apesar da festa natalina acontecer em todos os dezembros do calendário gregoriano, ela não perde sua magia. E, a cada ano, se reveste de cores diferentes. Parece sempre a primeira vez...o primeiro encanto. Talvez devéssemos trazer a experiência do natal para os nossos relacionamentos familiares. Junto com o Menino da manjedoura, nasceríamos todos os dias, num rompante de esperança e solidariedade.

Sei que o ideal de partilha da maior festa da Cristandade tem sofrido uma deturpação capitalista. A festa do Natal muitas vezes se resume a presentes, perus e excessos na bebida. Tudo isso conspurca a extraordinária reflexão que nos deveria trazer o nascimento de Cristo. Nada mais fantástico aconteceu na história da humanidade. Seu nascimento provocou a mais invasiva revolução no pensamento humano. Sua mensagem arrebatadora está cada vez mais atual e provocativa, mormente em face da degenerescência da sociedade do relativismo.

Somos convidados à partilha, ao amor, ao perdão... Estes são os verdadeiros valores natalinos. E é com eles que cumprimento meus queridos leitores e desejo-lhes um NATAL COM O MENINO JESUS.

domingo, 13 de dezembro de 2009

A GRANDE VANTAGEM DE TER UM BLOG...E A DUREZA DO TEMPO

Não poderia me furtar de falar da bondade de tantos leitores que já acessaram o meu blog. Confesso que me deixa triste não ter a oportunidade de atualizá-lo diariamente. As obrigações do cotidiano, junto o frenesi, fazem-nos reféns do tempo. Tudo é um corre-corre. Fico me perguntando muitas vezes o que nos leva a fazer da vida uma eterna corrida. Poucas vezes paramos para uma reflexão mais profunda. Permitimo-nos ir ao sabor dos ventos.
Sei que tudo isso nos leva muitas vezes a um vazio existencial profundo. Perdemos a capacidade de admirar as pequenas coisas. Fugimos de nós mesmos. Negligenciamos a espiritualidade. Deixamos de valorizar os verdadeiros valores da vida: Deus, a família, amigos e etc.
E por que o tempo passa...saímos correndo atrás dos sonhos. Resta-nos a indagação: Quais são os nossos sonhos: Posição Social, Dinheiro, Reconhecimento Público. Como dizia o Eclesiastes: Tudo isso é uma ilusão... uma ilusão.
Quem sabe o novo ano traga com ele novos caminhos e novas formas de pensar. Talvez nos libertaremos dessa mordaça que o capitalismo nos inculcou (a um preço tão alto), talvez viraremos a página e nos tornaremos melhores. Que Deus nos ajude a refletir !!!

terça-feira, 24 de novembro de 2009

RESULTADO VESTIBULAR UFC 2010 - DIA DE EMOÇÃO

Desdo cedo a equipe do Colégio Luciano Feijão acompanha o Resultado do Vestibular UFC 2010, 1.ª Fase. Neste ano, foram 260 aprovações, 5 primeiros lugares e 33 aprovados em Medicina. Parabenizo ao alunado pelo sucesso, com especial deferência ao meu sobrinho Roberto Amâncio que alcançou o 1.º lugar em Publicidade e Jornalismo, curso oferecido pela UFC de Fortaleza.
Mais uma vez o Colégio Luciano Feijão mostra por que é Escola do interior do Ceará que mais aprova no Vestibular UFC.

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

A VIDA COMO ELA É...O MUNDO EM QUE VIVEMOS

Passei hoje por uma experiência nada interessante: Por volta das 14 horas minha esposa foi assaltada nas proximidades do Detran, na cidade de Sobral. Com ela, Graças a Deus, nada aconteceu. Levaram sua bolsa com documentos, máquina digital e alguns trocados.
Fiquei pensando o quanto estamos inseguros e desprotegidos. Graças à mão Divina os larápios nada contra ela fizeram. Fui até a Delegacia Civil lavrar o Boletim de Ocorrência. Encontrei uma fila descomunal e um único escrivão. Pasmem! Tive que me valer das velhas amizades e fui atendido por um amigo conterrâneo de nome Wilkens. Prestei as informações com o único intuito de resguardar uma possível utilização dos documentos da minha esposa. Afinal, a polícia não age. Investigação não existe. E tudo fica por isso mesmo!
Sinto-me feliz em poder contar uma história sem um final trágico. Fico pensando naqueles que perderam seus entes queridos nas mãos de meliantes que hoje estão impunes e continuam matando por nada, por um celular ou coisa parecida. A vida perdeu seu valor. Somos reféns de loucos de toda ordem.
Agora resta-me mais uma vez agradecer ao Criador por ter protegido minha esposa e aos amigos que me foram solidários.

domingo, 22 de novembro de 2009

PADRE JOÃO BATISTA FROTA LANÇA O LIVRO “NAS PEGADAS DE JESUS”



Ainda não tive o prazer de ler o livro recém-lançado pelo conterrâneo Padre João Batista Frota. Em breve com certeza comentarei com vocês. Padre João é massapeense, embora radicado em Sobral há muitos anos. Tenho por ele uma profunda admiração. Não tenho dúvida de que se trata de uma excelente leitura. Li na última edição de o Jornal Correio da Semana um belo artigo do Professor Teodoro Soares e resolvi transcrever in verbis:



Monsenhor João Batista Frota, professor emérito da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), depois de publicar “Marcos de esperança” e “Construindo o amanhã”, lança nesta semana seu mais recente livro “Procurando as pegadas de Jesus”.
Padre João nos faz viajar com ele, ao descrever cenários e circunstâncias de sua viagem ao Oriente, ora de trem que chega a perder numa estação, ora de navio que lhe faz dançar sem querer.
Seu trajeto inclui espiritualidade e realidade hodierna. Preparado para recitar o salmo 122 (“nossos passos já se detêm às tuas portas, Jerusalém”), ele foi tomado pela balbúrdia dos meninos que disputavam entre si o direito de lhe carregar as bagagens por uns trocados.
Antes de chegar a Terra Santa, João Batista passa por Damasco, vai à casa de Ananias, onde Paulo, por quem tem especial simpatia, converteu-se e foi batizado.
O livro retrata, de forma clara e bem escrita, uma experiência existencial de busca profunda do ser absoluto, do filho de Deus, a palavra que se fez carne para redimir a humanidade. O Cristo histórico, que viveu na Galiléia no início de nossa era, completou a revelação divina. Com sua morte e ressurreição, veio salvar todos os homens, criando a sua igreja. Deixou este mandamento com promessa: “Ide e ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Estarei convosco todos os dias até a consumação dos séculos.”(Mt. 28: 18-20)
Na sua viagem a Terra Santa, M ons. Frota quis encontrar-se com Jesus Cristo, seguir suas pegadas, bem como definir sua ação como seguidor e discípulo, notadamente no exercício do sacerdócio junto aos pobres do semiárido no Ceará.
Padre João não se deixou deslumbrar pela suntuosidade e demonstração de poder da Igreja Católica em Roma. Ao contrário, serviu de contraste e discernimento para seu ministério. Os pobres, sua principal atenção. Segue o exemplo de dom Helder Câmara, nosso santo cearense, que quis ser igual a Jesus Cristo no serviço aos pobres, aos perseguidos, aos excluídos de todo sorte.
No Oriente, foi atraído por uma comunidade formada por padres operários inseridos no meio popular, onde trabalhavam para seu próprio sustento e davam testemunho. Foi assim, que ele trabalhou como servente de pedreiro, na Jordânia, e agricultor, no Kiboutz Degania Alef, lavrando a terra, numa plantação de bananeiras.
Depois de procurar as pegadas de Jesus, padre João jamais deixou de segui-Lo de perto. Ele esteve onde Jesus chorou, onde ensinou o pai nosso, onde anteviu seu sofrimento. No alto, de onde se vislumbra Jerusalém. Uma experiência marcante que orientou sua vida espiritual e sua forma de pregar o evangelho, na simplicidade que o aproxima dos pobres sem afastá-lo dos ricos. Todos, filhos de Deus e carentes de Sua palavra.
Num texto cativante, padre João nos mostra o Oriente, de onde trouxe especiarias preciosas e compartilha conosco de forma generosa. Um companheiro de viagem agradável, a nos guiar por paragens geográficas e espirituais, que vão marcar a vida de cada leitor.

UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ACARAÚ - UVA REALIZA MAIS UM VESTIBULAR


Hoje estive o dia inteiro acompanhando o Vestibular da UVA, edição 2010.1. Cerca de 8 mil candidatos estão concorrendo às vagas oferecidas pela Instituição. A grande procura só comprova o fato da importância da formação universitária para inserção no mercado de trabalho. Cada vez mais o estudo é ponto de partida para o sucesso profissional. Desejo aos pré-universitário muito sucesso nessa empreitada.

Nesse momento estou no Colégio Luciano Feijão, com uma equipe de 30 professores, preparando o comentário das provas. Na madrugada, o aluno disporá do livrinho com a resolução das questões.

EU VOLTEI..VOLTEI PARA FICAR


Venho lutando há meses para retornar ao contato diário com vocês. Parece que agora tudo vai se normalizar. Resolvi os problemas técnicos e espero trazer esse blog à sua rotina. Sei que continuarei a enfrentar problemas de tempo. O final do ano sempre faz acelerar nossas atividades laborativas. Vou esforçar-me no sentido de postar coisas interessantes e alguns comentários curtos para a nossa reflexão. Agradeço aos amigos leitores pelos e-mails enviados perguntando sobre o blog. Taí o mascote feliz da vida!!!

sábado, 17 de outubro de 2009

ESCRITOR CAIO PORFÍRIO EM SOBRAL


O Colégio Luciano Feijão trouxe mais uma vez a Sobral o escritor Caio Porfírio, autor da obra " Trapiá ". Trata-se de um dos maiores contistas do Brasil. Da altura de sua sabedoria e dos seus 80 anos, encantou a todos contando suas histórias da infância vivida na Vale do Acaraú. Caio Porfirio naseceu em Fortaleza mas viveu parte de sua vida intelectual em São Paulo. Hoje é um crítico literário renomado, além de continuar escrevendo bastante.

sábado, 10 de outubro de 2009

PANE COLOCA MEU BLOG FORA DO AR


Venho lutando há dias para postar no meu blog. Inflezmente tem havido constantes problemas técnicos. Espero em breve solucioná-los para que possa continuar mantendo essa harmoniosa convivência com vocês. Meu nobre amigo Kilder, sumidade na área de informática, está embuído em me ajudar nessa missão. Peço desculpas aos meus leitores pelo transtorno e agradeço a todos pelo carinho.

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

O AMOR NÃO MORRE


Hoje cedo no Fórum me deparei com a dor de um homem simples que havia perdido a esposa há pouco mais de sete meses. Seus olhos se encheram de lágrimas ao relatar a morte da companheira com quem tinha convivido por longos anos. Tentei encorajá-lo a seguir em frente.

Depois fui refletir como a morte é brutal e misteriosa. Chega-nos abrupta, traiçoeira e soberana.

Não sabemos o dia (ainda bem!), mas é a única certeza que temos.

Tão genial é a vida que nos faz esquecer da morte... sabemos que um dia ela baterá em nossa porta, mas torcemos bravamente que este momento seja protraído por anos-além. Mas se ela nos atinge de alguma forma, não conseguimos compreendê-la. Atiramo-nos em um abismo de dor.

Resta-nos viver cada dia como se fosse o último. Aproveitar o instante como projeção do todo. Saber dizer que ama sem preocupar-se em ser correspondido. Perdoar pelo simples fato de ser humano. Fazer o bem porque só ele agrega, constroi, edifica.

Afinal, não se deve perder um minuto sequer da vida se negando a ser feliz. Falo de uma felicidade que não se restringe a projetar inquietações materiais, mas a felicidade que só o orvalho, o sol, o resplandecer da vida nos permitem contemplar. Aquela que cada um traz consigo, lá no seu íntimo, mas muitas vezes prefere procurar lá longe...É como uma história de amor que tem fim e dilacera a alma, mas a brisa suave da lembrança, com um encanto insondável, faz-nos mergulhar no mistério que não se finda pela morte, que continua a pulsar teimando em existir, em estar presente...Afinal, não se mata o amor...o amor não morre... ele vai seguindo feito um anjo torto, enfrentando procelas em mares tempestuosos, ganhando asas de imaginação, eternas asas.

sábado, 12 de setembro de 2009

PAULO ALBUQUERQUE: UMA TRAJETÓRIA DE SUCESSO


Fico extremamente feliz em cumprimentar, neste dia (12/09), o meu primo-irmão Paulo Albuquerque pelo transcurso de seu aniversário. Mais ainda: uma história de sucesso que chega a meio século de existência!!!

O menino saiu da pequena cidade de Massapê e foi para a capital do Estado em busca de sua realização profissional. Lá chegando, começou a trabalhar como contínuo no Cartório do Dr. Álvaro Melo. Anos após, foi subindo degrau e mais degrau até se tornar um dos mais brilhantes advogados do Estado do Ceará. Paulo Albuquerque é hoje uma das maiores referências em Direito Imobiliário do Estado. Além disso, é um exemplo de pai, de esposo e de cidadão.

Sempre com muita humildade soube trilhar a escalada do sucesso. Arrogância não existe em seu dicionário. Trata a todos com a compreensão de que independentemente da raça, da cor, somos todos filhos de um único Deus que nos fez à sua imagem e semelhança. Como homem religioso sempre soube cultivar os princípios cristãos, os quais lhe servem como bússola nessa sua viagem terrena. Seus filhos são brilhantes no que fazem porque exalam a decência e a determinação do pai que é exemplo vivo. Ao lado de sua companheira e guerreira Ana Lúcia, Paulo Albuquerque fundou a Agil Consultoria Imobiliária e a Paulo Albuquerque Advogados e Associados, empresas que detêm enorme credibilidade e reconhecimento público na capital do Estado.

Portanto, nessa singela homenagem quero cumprimentar o primo-irmão Paulo Albuquerque e dizê-lo que a sua história de vida é um exemplo para todos nós, mormente quando assistimos neste país ao soçobramento da ética e da moral. Parabéns!!!

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

PROFESSOR MARINS EM SOBRAL


Foi com muita alegria que participei da conferência ministrada pelo Professor Marins, ontem, no Centro de Convenções de Sobral. O evento contou com a participação de cerca de 600 pessoas. O palestrante é um dos mais requisitados conferencistas motivacionais do Brasil. Tem doutorado em Antropologia, já exerceu a função de magistério em universidades americanas, tem mais de 30 livros publicados e apresenta um programa na Rede Vida de Televisão.

O tema da palestra foi como se tornar um sucesso em vendas. Marins abordou a importância do caixa para empresa e destacou a necessidade da ética no mercado. Além disso, exortou a importância do capital humano nas empresas. Foi um excelente momento de aprendizagem.

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

PRESIDENTE LULA ESTÁ EM SOBRAL

Agora há pouco (14:30h) presenciei uma multidão, no sol escaldante de Sobral ,aguardando a presença do Presidente Lula na cidade. Mais uma vez se observa que a popularidade do Lula ainda está alta. Pessoas vindas dos mais diversos municípios da Zona Noroeste se espremem no meio do asfalto (40º) para chegarem mais próximo do Presidente.

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

REFLEXÕES SOBRE DIREITO PENAL - PARTE II

Comentava na última postagem sobre a inflação legislativa das normas incriminadoras sob o pressuposto de que o legislador imagina uma solução para a violência a partir da adoção de leis mais duras. Posso parecer utópico mas minha humilde experiência na área me leva a afirmar que lei dura não resolve o problema da criminalidade, mormente num país onde o Estado não chega às populações mais carentes senão por sua ostensividade, o que de fato deixa claro a falência de um modelo estatal que tem sido ao longo dos anos incapaz de garantir aos seus cidadãos oportunidades reais para uma vida produtiva e digna. A lei dura só ratifica essa incapacidade, uma vez que o instrumento coercitivo é utilizado quando está ausente o diálogo e a civilidade.
Portanto, afirmo, sem medo de parecer um nefelibato, que mais do que criar novas leis precisamos mudar as pessoas. Dar-lhes um choque de autoestima, renovar-lhes o espírito altruísta, recobrando a dignidade perdida.
Se não mudarmos o homem "por dentro" tudo mais será apenas retórica e palavras lançadas ao vento.

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

UMA REFLEXÃO SOBRE O DIREITO PENAL NO BRASIL


Já comecei a gestar, sem muita pressa e com bastante parcimônia, algumas anotações, para quem sabe futura publicação, de reflexões sobre o Direito Penal no Brasil. Percebe-se, após perscrutar o Código Repressivo Pátrio, que há diversos conflitos nas nossas normas incriminadores, inclusive algumas delas desrespeitam os princípios da proporcionalidade e da razoabilidade, além de serem flagrantemente insconstitucionais.

Ao contrário de países civilizados que cada vez mais apelam para a intervenção penal mínima, o Brasil caminha por um processo de inflação legislativa que, por razões muitas vezes emocionais, atropela princípios básicos do Direito Penal como o da Intervenção Mínima, da Lesividade e da Adequação. Na verdade, criam-se as leis penais ao sabor dos ventos e das pressões, sem analisar a eficácia ou não desses instrumentos, os quais são, na maioria das vezes, formatados sem o amadurecimento legislativo necessário.

Não são as leis duras que irão diminuir a criminalidade, até porque o deliquente não consulta o Código Penal antes de perpetrar o delito. Daí por que criar normas e mais normas com o propósito de reprimir toda ordem de condutas, levará ao descrédito o nosso sistema de repressão em face da sensação de impunidade. Isso por si só é bastante grave, imagine se avançarmos em uma análise sociológica mais aprofundada, ver-se-á com facilidade que o aparelho coercitivo do Estado é, muitas vezes, o único intrumento que chega até as populações mais desassistidas. Ao contrário, dever-se-ia adotar políticas públicas que abram oportunidades de crescimente para todos. Aí sim estaremos em sintonia com o ideário humano de convivência fraterna.

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

UM ANO ATRÁS: A MAIOR FELICIDADE DA MINHA VIDA


Há um ano, exatamente um dia como este, recebi o maior presente de Deus na minha vida. Nascia o meu pimpolho. A felicidade tomou conta de mim. Depois da vinda do Carlos Filho nunca mais fui o mesmo. Em tudo que penso, sonho e projeto, ele está no centro. Os dias podem ser tormentosos, adversos, mas ao saber que ao final de cada um deles vou encontrá-lo, com aquele sorriso nos lábios, isso me provoca uma sensação radiante de superação e felicidade.

Sempre acreditei no verdadeiro amor: minha esposa, minha família, a vida, enfim. Nunca imaginei, entretanto, que ter um filho me faria voltar a ser criança, a abrir-se para o mundo, a ser mais sensível. Ele resgatou a minha missão e construiu em mim um homem novo. Um homem com vontade de viver...viver intensamente, pelo único sabor de poder prolongar os meus dias ao seu lado, como pai e amigo.

Peço a Deus que ilumine os seus caminhos, sejam eles trilhados pela honradez e dignidade , e que me conceda a graça de tê-lo sempre junto a mim...Por toda a minha vida.

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

DICA DE LEITURA:MILAGRES, de C.S Lewis


Li e indico essa gigantesca obra "Milagres", do Irlandês C.S. Lewis. O autor das Crônicas de Nárnia tornou-se escritor e professor de renome das Universidades de Oxford e Cambridge. Lewis é conhecido por uma obra extensa, de gênero variado, compreendendo literatura medieval, apologética cristã, ficção para crianças, ficção científica e crítica literária. Já vendeu mais de 200 milhões de livros.

Na obra "MILAGRES", o autor tem o propósito de fazer o livro servir de introdução à pesquisa histórica, e não examinar as evidências dos milagres cristãos. Destaca-se por seu estilo entusiástico, lúcido e inteligente, além da capacidade argumentativa com que leva o leitor - crédulo ou cético - a refletir a respeito do sobrenatural. Confira!!!

COISAS DO BRASIL:PALOCCI SE SAFA DE ACUSAÇÃO NO SUPREMO


Agora há pouco assisti estarrecido à Sessão do Supremo Tribunal Federal que livrou o ex-ministro Antônio Palloci do crime de quebra do sigilo bancário do caseiro Ivanildo. O Ministro Gilmar Mendes, relator da matéria, considerou que as provas coligidas aos autos não são suficientes para incriminar o ex-ministro. Pasmem os senhores quanto à decisão do constitucionalista Gilmar Mendes. Esquece, entretanto, princípios básicos dos crimes em concurso de pessoas. As provas eram evidentes, além de o fato do ex-Presidente da Caixa ( sobrou para o pato) ter confessado que quebrou o sigilo do caseiro a pedido de Palocci. Com esse resultado o ex-ministro segue altissonante para sua candidatura ao Governo de São Paulo.

Enquanto isso, abismado, assistimos a mais uma decisão teratológica da nossa Corte Constitucional. Não é pecado dizer que a investidura dos Minsitros no Supremo é amoral, motivada único e exclusivamente pela vontade e pelos interesses políticos. Paira sobre o Excelso Pretório uma densa nuvem de descrédito. Isso é muito mal para o Brasil.

terça-feira, 25 de agosto de 2009

MUDANÇAS LEGISLATIVAS ENLOQUECEM OS APLICADORES DO DIREITO

As mudanças legislativas últimas vêm causando enorme repercussão no mundo jurídico. Em breve comentarei sobre cada uma delas. Ressalta-se que, no tocante aos crimes, desapareceu a figura do atentado violento ao pudor como delito autônomo, inserindo-se no crime de estupro como ramificação, além da criação do crime de sequestro-relâmpago. Mudou também a Lei do Mandado de Segurança, a ação de investigação de paternidade, a adoção e outras mais.
Está complicado ser aplicador do direito. Muitas vezes ao adquirimos o código, via internet, quando nos chega, em três dias, já está desatualizado. Trata-se na verdade de uma inflação legislativa tamanha e desarrazoada. Logo voltaremos ao assunto.

VOLTAMOS À NORMALIDADE NO BLOG

Estávamos em pane com o nosso blog, mas, graças a Deus voltamos à normalidade. Peço desculpas aos nossos leitores pelo transtorno. Em breve voltaremos a postar como força total.

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

BLOG ESTÁ EM PANE

Peço desculpas aos nossos prezados leitores pois há cerca de duas semanas estamos com problemas em nosso blog, o que está dificultando a postagem das matéria, inclusive com a ausência de recursos de estética do texto. Agradeço a atenção.

BLOG "SINCRONICIDADE" É LEITURA OBRIGATÓRIA

Mais uma vez cumprimento meu amigo e guru Vasconcelos Arruda pelo sucesso de seu blog SINCRONICIDADE, o qual encontra-se ancorado na plataforma virtual do Jornal O POVO. Trata-se de reflexões sobre os mais variados temas, todas cadenciadas pelo brilhantismo e inteligência do autor. É, na verdade, um refrigério para nossa alma. São textos de uma riqueza incomensurável. Faz bem aos olhos e ao coração. CONFIRA.

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Câmara: CCJ aprova turno de 8 horas no ensino fundamental

Tornar todas as escolas em tempo integral faz parte dos planos do Ministério da Educação (MEC)
Uma proposta de emenda constitucional (PEC) que torna obrigatório o ensino fundamental integral de oito horas foi aprovada ontem pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados. A proposta vai para uma comissão especial antes de ser levada ao plenário da Câmara. A PEC, apresentada pelo deputado Felipe Maia (DEM-RN), não dá prazo ou fonte de recursos para financiar a ampliação do ensino integral para a rede de ensino fundamental. Apenas determina sua obrigatoriedade após a aprovação da mudança constitucional. "Isso fica para uma futura regulamentação. Não cabe à Constituição a previsão de prazos ou fonte de recursos", alegou o deputado. Atualmente, 406.964 alunos de ensino fundamental no País estudam em escolas em turno integral, o que representa 1,3% do total. Tornar todas as escolas em tempo integral faz parte dos planos do Ministério da Educação (MEC), mas em um ritmo muito mais lento do que pretende o deputado. Segundo o ministro Fernando Haddad, o MEC tem em seu orçamento deste ano recursos para apoiar 4,4 mil escolas que terão turno integral. Em 2008 foram 1,4 mil; em 2010, serão 10 mil. Além disso, no Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), um estudante matriculado em turno integral vale, para o Estado ou município, 25% a mais no repasse de recursos. "O Brasil tem que caminhar nessa direção", defende Haddad. "Mas seria melhor se houvesse um prazo e uma fonte de recursos para financiar essa mudança."
Agência Estado

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

VICENTE JÚNIOR LANÇOU A OBRA "O LIVRO DOS LIVROS"

Na segunda-feira última (17/08), o professor Vicente Júnior presenteou o público sobralense com o lançamento de "O LIVRO DOS LIVROS". Trata-se de uma coletânea de poesia feita com um sabor de irreverência, mesclada com a magia de quem sabe escrever bem. Ousadia poética do começo ao fim. Suas páginas estão recheadas de metáforas, antíteses e aliterações, além de poemas sociais e lúdicos. Nada é paradoxal. Vicente Júnior se revela singular. Idiossincrasia à parte, o livro veio, como pretendia o dadaísmo, para demolir estruturas.
Agradeço o autor ter me feito o convite para fazer a apresentação da obra. Felicito, ainda, pelo sucesso do evento que contou com um público superior a 700 pessoas.

ENCONTRO COM CIPRIANO LUCKESI RENDEU UM BOM PAPO FILOSÓFICO


Foi com alegria que participei da conferência com o remomado Professor Cipriano Luckesi, por ocasião do lançamento do projeto "O NOVO ENEM A GENTE TIRA DE LETRA" , patrocinado pelo Colégio Luciano Feijão. O evento se realizou na sexta-feira última, no Centro de Convenções, com a participação de mais de 700 pessoas. Após, tive a oportunidade de jantar com o conferencista no Cíceros Bar. Foi um papo agradável sobre filosofia da educação e muitos outros temas. Luckesi tem vários livros publicados e é, hoje, a maior referência em avaliação no Brasil.

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

PROFESSOR MS VICENTE JÚNIOR LANÇA A OBRA "O LIVRO DOS LIVROS"

Recebi o convite do Professor-Mestre Vicente Júnior para fazer a apresentação de seu livro intitulado "O LIVRO DOS LIVROS", cujo lançamento dar-se-á na segunda-feira (17/08), às 20h, no Clubinho Fera do Colégio Luciano Feijão.
Vicente Júnior é mestre e doutorando em Literatura. Atualmente ensina no Colégio e Faculdade Luciano Feijão e, em Fortaleza, na Escola Ari de Sá. Em sua obra "O LIVRO DOS LIVROS" o autor nos traz uma coletânea de poesias belíssimas que nos encanta à primeira vista. É um livro gostoso de se ler. Confira.

COM ALEGRIA RECEBO O CONVITE DA FACULDADE LUCIANO FEIJÃO

Com muita alegria recebi o convite da Diretora da Faculdade Luciano Feijão, Professora Isabel, para ministrar a disciplina de Direito Penal no Curso de Direito daquela instituição. Sinto-me motivado pelo fato de ser um amante da academia e dos grandes debates. Preocupa-me bastante a exorbitância da produção legislativa penal no tocante a criação de normas incriminadoras, motivada muitas vezes por arroubos emocionais. Entendo que a discussão tem que ser construída com prudência e equilíbrio.Pretendo utilizar minhas aulas para suscitar um debate maduro sobre o tema. Trata-se, na verdade, de mais um desafio que encaro com muita responsabilidade. Obrigado à Direção da Faculdade Luciano Feijão pela confiança depositada.

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

EX-JUIZ DE MASSAPÊ BRILHA NA MAGISTRATURA ESTADUAL: Juízes vão a Brasília para curso de mediação e técnicas


O Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE), através de sua presidência, indicou os juízes Aluísio Gurgel do Amaral Júnior e Fernando Teles de Paula Lima como os representantes cearenses na segunda edição do Curso de Formação de Multiplicadores em Mediação e Técnicas Autocompositivas. O curso acontece na Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam), em Brasília-DF, para onde os juízes viajam nesta terça-feira (11/08).O curso, que ocorre de 12 a 14 de agosto, terá representantes de todos os Tribunais de Justiça do País e a idéia dos organizadores é que os magistrados participantes se tornem multiplicadores ao retornarem a seus estados de origem. O juiz Fernando Teles, titular do Juizado Especial Cível e Criminal de Maracanaú, afirma que fará o melhor possível no aperfeiçoamento e na utilização das ferramentas que lhe serão apresentadas para, ao retornar, transmitir a seus pares o que assimilou. “Estamos nos aproximando da Semana de Conciliação, que acontece em dezembro, e a cada ano o foco aumenta significantemente no sentido de se obter o maior número de conciliações possíveis. Este curso em Brasília é uma antecipação no treinamento dos magistrados a fim de otimizar os resultados da Semana de Conciliação”, afirmou o juiz Fernando Teles explicando um dos objetivos do treinamento na Enfam.O juiz Aluísio Gurgel, titular da 20ª Unidade dos Juizados Especiais Cíveis e Criminais de Fortaleza, disse que está muito honrado com a indicação para o curso. Ele explicou que quando retornar, juntamente com o companheiro de curso, estarão em contato com a presidência do TJCE e com os dirigentes da Escola Superior da Magistratura do Estado do Ceará (Esmec) para acertar como o aprendizado no curso em Brasília será repassado aos demais juízes cearenses.No programa do curso, os magistrados discutirão sobre os mecanismos de resolução de conflito e possibilidades de composição, os métodos autocompositivos e heterocompositivos de resolução dos conflitos, as técnicas de composição de conflito baseadas nas negociações, os procedimentos, as técnicas e habilidades da mediação. Objetivando especificamente a reprodução dos conhecimentos no final do curso, será ministrado docência e gerenciamento de mediadores.

sábado, 8 de agosto de 2009

COLÉGIO LUCIANO FEIJÃO TRARÁ A SOBRAL A MAIOR AUTORIDADE DO BRASIL EM AVALIAÇÃO


Sexta-feira próxima(14/08/09), às 19h30min,no Auditório Vênus, no Centro de Convenções, o Colégio Luciano Feijão fará o lançamento do projeto "O NOVO ENEM A GENTE TIRA DE LETRA". Na oportunidade haverá uma conferência como Professor Phd CIPRIANO CARLOS LUCKESI, a maior autoridade brasileira em avaliação. Luckesi é bacaharel em Teologia, licenciado em Filosofia, Mestre em Ciências Social e Doutor em Educação.

Não tenho dúvida de que será uma noite de profunda reflexão e aprendizagem sobre a silenciosa revolução do Ensino Médio brasileiro. O evento terá como público alvo os alunos do Ensino Médio, professores, técnicos e coordenadores do Colégio Luciano Feijão.

LEGISLAÇÃO ENDURECE: Lula assina lei que eleva pena para pedofilia e estupro


"O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou lei que aumenta a pena para crimes de pedofilia, de estupro seguido morte e de assédio sexual de menores. Determina ainda que qualquer crime sexual que resulte em gravidez terá aumento de 50% na pena. Caso o criminoso transmita doença sexual para vítima, a pena terá acréscimo que vai variar de um sexto à metade do tempo. Pela nova legislação passa também a ser considerado crime a prática de qualquer ato libidinoso contra menores de 14 anos e deficientes, que antes era considerado apenas atentado violento ao pudor.
De acordo com o texto, o estupro contra maiores de 14 anos e menores de 18 anos passará a ter uma pena de oito a 12 anos de reclusão. Hoje, a pena vai de seis a dez anos. No caso do estupro seguido de morte, a pena máxima que hoje é de 25 anos passa para até 30 anos de prisão. Se houver violação sexual mediante fraude ou outro meio que impeça ou dificulte a livre manifestação da vontade da vítima, a pena aumentará de um a três anos de reclusão para de dois a seis anos. Se o crime for cometido com o objetivo de obter vantagem econômica, será aplicada também multa ao criminoso.
Para o crime de assédio sexual de menores de 18 anos, a pena, que hoje é de um a dois anos de reclusão, será aumentada para um mínimo de um ano e quatro meses a dois anos e oito meses. Em caso de corrupção de menores, a pena será ampliada de um a quatro anos, para dois a cinco anos de reclusão. O mesmo projeto classifica agora como crime o estupro de vulnerável, que são os menores de 14 anos, e os deficientes, assim como qualquer ato libidinoso com menores de 14 anos e outros vulneráveis, estabelecendo uma pena de oito a quinze anos para quem praticá-los.
O tráfico de pessoas, normalmente mulheres, seja no País, seja fora do País, terá uma pena de reclusão de dois a seis anos, no primeiro caso, e de três a oito anos, se for internacional. A pena é aumentada da metade, nos dois casos, se a vitima for menor de 18 anos ou se, por enfermidade ou doença mental, não tiver discernimento para a prática do ato."
Fonte: Yahoo

terça-feira, 4 de agosto de 2009

"O CAMINHO DAS ÍNDIAS", livro de Edilson Siridó

Recebi com carinho o livro recém-lançado do amigo e conterrâneo Dr. Edilson Siridó. Sua primeira atuação como escritor, trouxe-nos a obra "O Caminho das Índias" que, diferentemente da novela global, nos convoca a uma reflexão profunda sobre os grandes temas da humanidade, concitando-nos a mergulhar numa espiritualidade concreta.
Comecei a percorrer suas primeiras páginas e tive uma ótima impressão. Em breve comentarei para vocês os aspectos que considero mais relevantes. Enquanto isso, parabenizo ao amigo Edilson pela saudável iniciativa.

DE VOLTA AO BATENTE, FASCINADO PELA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA

Cá estamos de volta ao batente após uma hibernação merecida. Em breve voltaremos a postar no blog.
Devo dizer-lhes que participei durante esse período de um Curso de Atualização Jurídica Telepresencial, através do Sistema LFG. Foi uma experiência diferente e interessante. Sai de lá convencido de que aulas telepresenciais são tão eficazes quanto aquelas que costumamos valorar (contato físico). Superamos o limite geográfico e cultural e nos foi trazido doutrinadores conhecidos nacionalmente (Sabag, Fredie Didier, Gilmar Mendes). É de fato uma revolução cultural fantástica que oportuniza a universalização do saber e a reciclagem do conhecimento.

segunda-feira, 20 de julho de 2009

O BLOG VAI SAIR DE FÉRIAS


Caríssimos leitores,


Vou passar uns cinco dias em hibernação cultural. Lerei alguns livros que estão há muito me esperando. Em breve voltaremos ao blog com força total.


um abraço,


CARLOS ALBUQUERQUE


sexta-feira, 17 de julho de 2009

A REINVENÇÃO DO AMOR


Como dizia a canção "o amor tem feito coisas que até mesmo Deus duvida". Esse sentimento é tão intenso quanto contraditório. Na paixão, a loucura toma conta, está-se diante de uma projeção do outro. No amor, as coisas se tornam mais amenas e maduras. Com o tempo muitos perdem o encanto pelo outro. Como curar esse mal que atinge casais no mundo inteiro?

Parte-se de um princípio que a "execrável" rotina é na verdade a expressão máxima do amor porque reflete a tolerância e a sobrevivência da relação. Onde há rotina há uma relação duradoura. É paradoxal mas facilmente explicável. O casal ao conhecer-se vivencia a experiência da projeção. Enxerga o outro não como ele é, mas como gostaria que ele fosse. O tempo não tarda a mostrar que ambos estavam errados. As pessoas são como ela são, com defeitos e virtudes. Se aceito o outro na dimensão do que ele é, transcedo a paixão e passo a viver o amor.

Os anos se vão e naturalmente nos permitimos tornar nossa relação uma zona de conforto. Nada mais se cria, nada mais se reinventa. Nos consumimos por um sentimento de que a graça "acabou". Já não vejo o outro com um olhar de quem avista pela primeira vez uma paisagem encantadora. Na verdade, o outro já não é mais o outro. O outro passou a ser extensão de mim mesmo. Parece até interessante essa divagação: "Parte de mim mesmo". Tudo nele é reflexo involuntário, sem ação individual. Aqui, sim, mora o grande perigo! A perda da identidade do outro.

Só amamos aquilo que admiramos. Admirar é encantar-se, rejubilar-se. Não se deve perder a noção de que uma relação é construída entre duas pessoas. Cada uma com sua individualidade. O outro não é uma propriedade minha. Como já disse o poeta: "Não possuímos as pessoas, temos apenas amor por elas". O ideário da posse, tão ocidental e capitalista, faz-nos perder o sentido da conquista. E a conquista, na verdade, deve ser um exercício diário. Antes de pensar em trocar o parceiro, reinvente sua relação. Deixe que o outro seja ele mesmo, tenha seus sonhos e seus projetos. Aprenda a enxergá-lo como quem contempla uma cachoeira e imagina que ela está inerte. Ocorre que ao se aproximar percebe-se que há nela uma água viva, diferente a cada instante. Esse maravilhar-se é que deve nos mover em direção a um amor pleno, o qual trepassa a organicidade e se faz enamorar-se com o que há de vir. Ame pela humanidade que há em você e pela vocação inarredável de que, na verdade, é nossa missão fazer o outro feliz.

quinta-feira, 16 de julho de 2009

VASCONCELOS ARRUDA TEM NOVO ENDEREÇO NO SEU BLOG SINCRONICIDADE


Quero convidá-los a degustar as mais deliciosas reflexões espirituais do amigo guru Vasconcelos Arruda em seu blog SINCRONICIDADE. Desta feita, com novo endereço (http:// blog.opovo.com.br/sincronicidade/), ancorado no Portal O POVO - o melhor jornal do Estado do Ceará.

É uma alegria compartilhar diariamente com a saudável sabedoria do conterrêneo Vasconcelos através dos textos que são postados em seu blog. Espero que vocês, como eu, tornem-se leitores assíduos desse espaço democrático.

Ao Vasconcelos, as minhas sinceras congratulações.

A VIDA COMO ELA É: Idoso de 79 anos morre do coração dentro de motel em Vitória

"VITÓRIA - A tarde de aventuras amorosas de um idoso de 79 anos dentro de um motel terminou mal, nesta quarta-feira, na orla de Camburi, em Vitória, Espírito Santo. Segundo informações da polícia, o aposentado H.M. morreu após uma parada cardíaca dentro do quarto onde estava com a namorada, 46 anos mais nova. Os sintomas apareceram durante a intimidade do casal, após a vítima ter ingerido um comprimido de Viagra.
Socorristas do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) tentaram reanimar a vítima, que não resistiu e morreu. Foi até aplicada uma injeção de adrenalina, usada em casos de emergência. A mulher que acompanhava o aposentado prestou depoimento na Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP). A doméstica, de 33 anos, que trabalhava na casa onde a vítima vivia com a mulher, de 85, disse que pediu ajuda de atendentes do motel quando o namorado começou a infartar, até a chegada do Samu.
O casal se encontrava duas vezes por semana desde 2005. Há cerca de 17 dias haviam brigado, mas reataram a relação nesta quarta-feira, horas antes da morte do idoso."
fONTE: O Globo

quarta-feira, 15 de julho de 2009

SE A MODA PEGA: Justiça determina que ex-noivo pague indenização após rompimento


"Após o rompimento do noivado próximo à data do casamento, o ex-noivo de uma administradora de empresas, de 35 anos, terá que pagar R$ 10 mil de indenização por danos morais. A sentença em primeira instância foi assinada em 25 de junho, na 13ª Vara Cível da Comarca de Cuiabá, e ainda não foi publicada no "Diário Oficial". Cabe recurso.

De acordo com o advogado da autora, Leonardo Pantaleão, o pedido de indenização por danos morais é devido ao constrangimento causado pelo fim do relacionamento. “Ela estava grávida de quatro meses quando ele saiu de casa, depois de ela ter descoberto um relacionamento que ele mantinha na Bahia. Ela teve que cancelar contratos dos preparativos para o casamento, pagar multas, além da angústia e do constrangimento gerados pela descoberta”, disse ele ao G1.

O advogado afirma, no entanto, que não acredita que qualquer rompimento justifique uma indenização por danos morais. “Ninguém é obrigado a ficar com outra pessoa. O pedido de indenização surgiu pela forma como ele pôs fim ao relacionamento, expondo a autora a uma situação de constrangimento.”

Segundo Pantaleão, os dois se conheceram em 2005, em São Paulo, onde o estudante de medicina, que morava na Bahia, fazia residência. A autora entrou com a ação em 2007. O ex-noivo, que é médico, assumiu a paternidade da criança e paga pensão"
Fonte: G1- Notícias

OLHEM SÓ A MÃO DE DEUS: Menina de 2 anos salva vida da mãe ao chamar ambulância


"Uma menina de dois anos salvou a vida de sua mãe ao chamar a ambulância, em Bournemouth, na Grã-Bretanha. Isabelle Keeling discou o número de emergência 999, quando sua mãe, Joanne, de 34 anos, teve uma reação alérgica a látex.
Joanne disse que pediu à filha que pegasse o telefone por que não estava se sentindo bem.
Ela disse que aplicou uma injeção de adrenalina quando sentiu a reação alérgica, mas o medicamento não funcionou imediatamente e ela desmaiou.
Joanne disse que ouviu Isabelle falando ao telefone, mas pensou que a menina tivesse apertado o botão de rediscagem.
Mas Isabelle estava falando com uma operadora do serviço de emergência, e soube dar seu nome, endereço e número de telefone. Além disso, ela abriu a porta de casa para os vizinhos e paramédicos que ajudaram sua mãe.
No dia anterior a menina havia assistido a um episódio do programa infantil Tweenies, em que os personagens ensinavam como ligar para número de emergência."


Fonte: Folha on line

terça-feira, 14 de julho de 2009

DICA DE LEITURA: O MESTRE INESQUECÍVEL, de Augusto Cury


Em tempo de férias nada como uma saudável leitura. Li e indico para vocês o Livro "O MESTRE INESQUECÍVEL", do best seller Augusto Cury. A obra faz parte de uma coletânea onde autor analisa a Inteligência de Cristo.

Mais precisamente o livro nos relata a fantástica transformação na personalidade dos discípulos durante a caminhada com Jesus Cristo e como eles desenvolveram com excelência as inteligências espiritual, multifocal (teoria do autor), emocional e interpessoal.

O autor relata como o olhar de Jesus era penetrante e capaz de transformar homens áridos em sábios. Jesus revelou aos seus discípulos os mistérios da vida. Iria levá-los a conhecer os segredos da existência. Queria esculpir neles a arte de pensar, da tolerância, da solidariedade, do perdão , da capacidade de se colocar no lugar do outro, do amor da tranquilidade.

Imagine vocês se nós como pais e educadores desenvolvéssemos essa arte do Divino Mestre. Quantas famílias não estariam restauradas e vivendo dignamente, ao contrário dos escombros que se formaram em nosso tecido social.

O livro vai além ao analisar a metodologia de Cristo para transformar a personalidade de seus discípulos. Jesus aceitava todos os defeitos desses incautos homens, mas não admitia que eles não fossem transparentes. Deu-lhes contínuos exemplos, possibilitando que cada um deles tivessem a liberdade de expressar suas dúvidas.

Vale a pena conferir o livro!!!

segunda-feira, 13 de julho de 2009

BENTO XVI TRAZ-NOS A ENCÍCLICA "CARITAS IN VERITATE"


Li e achei primorosa a encíclica papal "Caritas in veritate". Bento XVI nos presenteia com um documento lúcido para os desafios do terceiro milênio. Ao tratar da caridade intrinsecamente relacionada com a verdade, o Papa nos promove uma reflexão aguçada dessa estreita ligação e nos afirma que "Só na verdade é que a caridade refulge e pode ser autenticamente vivida. A verdade é luz que dá sentido e valor à caridade. Esta luz é simultaneamente a luz da razão e a da fé, através das quais a inteligência chega à verdade natural e sobrenatural da caridade: identifica o seu significado de doação, acolhimento e comunhão. Sem verdade, a caridade cai no sentimentalismo"

Indo mais além, o sucessor de Pedro aborda sua visão sobre o desenvolvimento humano e tece críticas sobre a desvirtuação do projeto da família Universal, uma vez que todo o fazer humano deve estar a serviço do próprio homem. Afirma não ser suficiente progredir do ponto de vista econômico e tecnológico. Arremata que é preciso que o desenvolvimento seja, antes de mais nada, verdadeiro e integral. Acrescenta ainda, que a saída do atraso econômico — um dado em si mesmo positivo — não resolve a complexa problemática da promoção do homem nem nos países protagonistas de tais avanços, nem nos países economicamente já desenvolvidos, nem nos países ainda pobres que, além das antigas formas de exploração, podem vir a sofrer também as consequências negativas derivadas de um crescimento marcado por desvios e desequilíbrios.

Ainda na direção das grabndes problemáticas do mundo atual, a Encíclica papal destaca a importância da fraternidade e da defesa do meio ambiente. Sobre este espaço primordial para a vida humana, o Papa afirma que "a natureza é expressão de um desígnio de amor e de verdade. Precede-nos, tendo-nos sido dada por Deus como ambiente de vida. Fala-nos do Criador (cf. Rm 1, 20) e do seu amor pela humanidade. Está destinada, no fim dos tempos, a ser « instaurada » em Cristo (cf. Ef 1, 9-10; Col 1, 19-20)."

E ao final, Bento XVI nos adverte que "sem Deus, o homem não sabe para onde ir e não consegue sequer compreender quem seja: Perante os enormes problemas do desenvolvimento dos povos que quase nos levam ao desânimo e à rendição, vem em nosso auxílio a palavra do Senhor Jesus Cristo que nos torna cientes deste dado fundamental: « Sem Mim, nada podeis fazer » (Jo 15, 5).


Espero que você a leia a íntegra da Encíclica "Caritas in veritate". Basta acessar, no google, o endereço do vaticano. Vale a pena conferir!!!

ROBERTO CARLOS: UM ARTISTA COMPLETO QUE SABE VIVER COM A FAMA


Foi emocionante o Show comemorativo dos 50 anos de carreira do Cantor Roberto Carlos. O estádio do Maracanã tornou-se palco de um dos maiores eventos artísticos do Brasil. Da chegada do Rei de calhambeque até o momento final com a música Jesus Cristo, tudo foi efusivo. Não que pese aqueles que acham Roberto brega, devo dizer que o cantor é o maior fenômeno da música brasileira. Amado por mais de três gerações, Roberto é um artista que conseguiu harmonizar o sucesso com o equilíbrio emocional. Não se sabe de nenhum fato, salvo o comum dos mortais imperfeitos, que desabone a conduta do cidadão Roberto Carlos. Há 50 anos o Rei está na mídia sendo ovacionado pelos os maiores intérpretes da música brasileira.

Como eu disse, o mais importante é que o cantor soube lidar com a fama, sem se permitir desviar de conduta. Homem temente a Deus, colocou no Divino Redentor toda a sua vida e foi dele sua inspiração maior para falar do amor no seu sentido mais profundo, mesmo a meio de uma sociedade materialista que tem relegado as relações humanas a uma mercantilização de interesses escusos. De fato, Roberto nos dá uma grande lição. A ele os nossos votos de muitas felicidades.

sexta-feira, 10 de julho de 2009

I CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO EM MASSAPÊ

Foi com muita alegria que participei, hoje pela manhã, da I CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, na minha terra Massapê. Na oportunidade, proferi uma palestra com o tema JUSTIÇA SOCIAL, EDUCAÇÃO E TRABALHO: Inclusão, Igualdade e Diversidade.
Quero agradecer aos organizadores do evento nas pessoas do dileto amigo e Professor João Tomaz Neto e da Secretária de Educação do Município de Massapê, Professora Maria da Penha Farias.
Sempre disse aqui no meu blog que só acredito em mudanças neste país se investirmos maciçamente em Educação. Fora dessa premissa, o resto é balela.

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Artigo de Gilberto Dimenstain: "Ingana" que eu gosto

Não é por acaso que somos um dos países mais injustos do mundo. O artigo que transcrevo para vocês apresenta esses números trágicos do nosso modelo econômico capitalista. É triste constatarmos que mentes brilhantes da economia se prestam ao serviço de sistematizar essa prática imoral e desonesta que relega milhões de brasileiros a um estado de miserabilidade crônico.

"O Instituto de Pesquisa Aplicada (IPEA), ligado ao governo federal, divulgou estudo mostrando que os pobres pagam, proporcionalmente, mais impostos do que os ricos. A razão disso é simples: os impostos indiretos. Números: os 10% mais pobres comprometem 33% do que ganham com impostos; os 10% mais ricos, 23%.
O pobre se imagina livre da mordida porque não paga imposto de renda. Nesse caso, ricos e pobres são diariamente enganados porque não fazem a menor ideia de quanto pagam de imposto ao comprar cada produto. Basta uma simples medida educativa, simplíssima, para acabar com enganação --na hora da compra, sermos informados sobre quanto vai para manter os governos, onde, como sabemos, o desperdício é a regra.
Assim, todos os dias poderíamos sentir o peso do governo --e ficar ainda mais estimulados a cobrar melhor resultados.
Brinca-se que somos país "Ingana" --o imposto inglês com o serviço público de Gana. Medidas educativas para conscientizar sobre como pagamos nossos impostos ajudariam a ser menos enganados. E, quem sabe, ficarmos menos próximos de Gana e mais da Inglaterra. "

CONFIANÇA: CAPITAL INTANGÍVEL E FUNDAMENTAL

"Trechos do artigo de Daniel Gustavo Montamat, doutor em economia, direito e sociologia, em La Nacion 01/07.
Trata da crise argentina de longo prazo. Mas serve como um vetor preventivo para o Brasil, onde o presidente vai usando esse capital por conta de sua popularidade. Em que ponto vai ferir o capital-confiança?1. Confiança não se reduz a fórmulas matemáticas. A perda de confiança tem efeitos sistêmicos, debilita as instituições, afeta a política, a economia e carcome o tecido social. Não é fácil restaurar, por se haver destruído, um ativo intangível como a confiança. A recuperação econômica em si, termina ocorrendo. Mas a que prazo e que custo? O mais complicado é recriar confiança, e isso não se soluciona com nenhum diferencial de taxas de risco. Como sociedade, devemos ter consciência de que há anos temos consumido confiança sem repô-la. Esta descapitalização intangível tem conseqüências nefastas e é responsável por nosso declínio no contexto das nações. O verdadeiro significado de confiar, vai mais além do cálculo racional.2. Confiar, nos recordam os autores de "Animal Spirits" (Princeton University Press), os economistas George A. Akerlof (outro prêmio Nobel) e Robert J. Shiller, é tomar decisões descartando ou dando por descontada certa informação. Onde prevalece esta confiança sistêmica, as pessoas investem, compram e participam sem ler a bula. Onde reina a suspeita, as pessoas não participam, se retiram, desconfiam, e não creem, ainda que leiam a bula. Akerlof e Shiller recordam o efeito multiplicador do gasto (Keynes) e usam o conceito de "efeito multiplicador da confiança" da sociedade. A confiança sustenta, retroalimenta as transações em sucessivas rodadas e multiplica os negócios aumentando o bem estar. A desconfiança, pelo contrário, opera como um multiplicador negativo; amplifica seus efeitos destrutivos.3. Quando uma sociedade investe em confiança, consolida suas instituições, coesiona sua gente e promove o desenvolvimento econômico e social. Quando uma sociedade destrói este capital invisível, declina e se degrada em todos os seus elementos."

segunda-feira, 6 de julho de 2009

OLHEM SÓ ONDE CHEGAMOS: Comissão que audita contas paralelas do Senado tem até morto


"Único instrumento de fiscalização das contas bancárias mantidas em sigilo no Senado, a comissão interna formada por um senador e dez servidores é uma peça de ficção. O grupo é integrado por funcionários que não mais pertencem aos quadros do Senado e até por um servidor morto em 2005.
Reportagem de Alan Gripp e Andreza Matais, publicada nesta segunda-feira pela Folha (íntegra disponível para assinantes do UOL e do jornal) informa que o grupo não se reúne há pelo menos cinco anos. Em tese, o colegiado deveria analisar as movimentações de três contas criadas para gerir as contribuições mensais dos funcionários que aderiram ao plano de saúde do Senado, mas essa tarefa coube exclusivamente ao ex-diretor-geral Agaciel Maia.
Como revelou ontem a Folha, as contas bancárias (duas na Caixa Econômica Federal e uma no Banco do Brasil) têm saldo de R$ 160 milhões e são movimentadas constantemente. As retiradas são realizadas sem controle e não há qualquer prestação de contas dos saques.
A comissão, a quem caberia cuidar desse controle, ainda tem a mesma composição de 2003. Ainda consta como membro Celso Aparecido Rodrigues, diretor financeiro do Senado. Ele foi designado para o Conselho de Supervisão do SIS (Sistema Integrado de Saúde) em agosto de 2003 e morreu dois anos depois.
movimentação das contas do que estão à disposição do seu Conselho de Supervisão.
"As movimentações dessas contas não se dão de forma livre. Elas somente são movimentadas mediante ofício dirigido aos bancos com as assinaturas do Diretor da Secretaria Executiva do SIS e do Dirigente do órgão operacionalizador, que no caso é o Senado Federal."
A Folha apurou que apesar dos descontos dos servidores, só uma pequena parte desse valor é usada para essa finalidade porque o Senado custeia quase a totalidade das despesas médicas de seus funcionários --a Casa tem orçamento próprio para isso. O saldo atual nessas contas representa mais de três vezes o gasto anual do Senado com despesas médicas, incluindo as dos senadores, de cerca de R$ 50 milhões."

DICA DE LEITURA: "ENSAIO SOBRE A CEGUEIRA"de José Saramago

Li e indico o livro "ENSAIO SOBRE A CEGUEIRA ",Editora Companhia das Letras, do Nobel de Literaura, José Saramago. No meio do tumulto de escândalo de nossas instituições, nada mais oportuno que deleitar-se com essa obra que traduz como nenhuma outra a degeneração humana.
O livro começa com um motorista, parado no sinal de trânsito e subitamente se descobre cego. Tal enfermidade se espalha incontrolavelmente a toda a população.Imagine uma multidão de cegos lutando pela sobrevivência.
A obra nos leva a reflexão sobre a importância da lucidez em um meio desesperador. Vê-se a redução da humanidade a uma animalização sem precedentes. É um livro comovente que nos causa uma perplexidade e nos concita a uma investigação do homem mergulhado no esplendor e na miséria. E como diz o autor: "Só num mundo de cegos as coisas serão o que verdadeiramente São". Vale a pena conferir!

sexta-feira, 3 de julho de 2009

PEC proíbe progressão de pena para crimes hediondos

Tramita na Câmara a Proposta de Emenda à Constituição 364/09, do deputado Valtenir Pereira (PSB-MT), que determina o cumprimento integral da pena em regime fechado nos casos de tortura, tráfico de drogas, terrorismo e crimes hediondos. A proposta restabelece dispositivo antes contido na Lei dos Crimes Hediondos, de 1990, que foi considerado inconstitucional pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em 2006. A lei determinava que a pena relativa a esses crimes seria cumprida integralmente em regime fechado, mas o STF considerou que essa norma atentava contra os princípios constitucionais da isonomia e da individualização da pena. O primeiro princípio pressupõe igualdade de tratamento para pessoas na mesma situação, e o segundo estabelece que a pena deve atender as peculiaridades de cada condenado, de forma a propiciar sua ressocialização. O deputado argumenta que o princípio da isonomia consiste em tratar os iguais de maneira igual, e os desiguais de forma desigual, na medida de sua desigualdade. Assim, defende um tratamento mais rigoroso para os condenados por crimes hediondos e assemelhados. Quanto ao princípio da individualização da pena, o deputado argumenta que já está contemplando na Lei de Execução Penal, que prevê o estudo criminológico do preso para o fim de adequação do cumprimento de sua pena. "Apenas o bom comportamento carcerário não significa que o preso está apto a uma boa convivência no seio da sociedade. Conceder a progressão de pena como estímulo ao bom comportamento do delinquente não se justifica a esse tipo de criminoso", afirma Valtenir. Ele argumenta também que crimes dessa magnitude "causam um trauma incurável para a sociedade" e devem receber punição mais rigorosa. Sanções brandas, em sua concepção, "causam sensação de impunidade e estímulo à prática criminosa". O deputado deu a sua proposta o nome de Kaytto, em homenagem ao menino de 10 anos violentado e morto por um pedófilo em Mato Grosso. O autor do crime já havia sido condenado a 46 anos de prisão por violentar e assassinar outro menino de 8 anos, além de violentar e tentar matar outro de 13 anos. Após cumprir nove anos de pena, recebeu o benefício da progressão de pena e passou para o regime aberto. Tramitação A PEC será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania quanto à admissibilidade. Se aprovada, será analisada por uma comissão especial a ser criada especificamente para esse fim. Depois, seguirá para o Plenário, onde precisará ser votada em dois turnos. Íntegra da proposta: - PEC-364/2009

CIRO GOMES: NEM DILMA, NEM SERRA QUEREM!

Do blog do ex-prefeito da São Paulo César Maia sobre o imbróglio da candidatura de Ciro Gomes. Confira:
1. Paradoxalmente, as avaliações políticas dos cardeais próximos a Lula/Dilma e a Serra são as mesmas quanto a Ciro Gomes: não aconselham estimular a candidatura dele e manobram para que não ocorra. A coluna Radar, da Veja, garante que Lula já está convocando o PT de SP para que recue e aprove a candidatura de Ciro Gomes a governador. Do outro lado, já que não há o que fazer, ficam observando e torcendo para que Lula tenha sucesso.
2. Quais as razões de um e de outro lado? Do lado de Lula, as avaliações têm dois eixos. O principal é o Nordeste. Ciro vai dividir o estratégico Nordeste com Dilma. E sempre há a preocupação que se a candidatura de Ciro a presidente se tornar viável para o segundo turno, esse se diferencie de Dilma, atacando. O entorno de Lula quer um segundo turno no primeiro, ou seja, uma eleição PLEBISCITÁRIA: a favor ou contra Lula. Mais ainda agora, quando se diz que Heloisa Helena será candidata ao senado.
3. No caso do entorno de Serra, a preocupação é com a agressividade de Ciro. Especialmente porque as eletricidades recíprocas, nas declarações à distância, produzem sempre curto-circuito. O temor é que essa agressividade desvie a campanha do ambiente melhor para Serra: uma campanha propositiva e de comparação de currículos.

quarta-feira, 1 de julho de 2009

ATENÇÃO: MUDANÇA NO ENSINO MÉDIO

O Conselho Nacional de Educação (CNE) aprovou ontem um programa do Ministério da Educação (MEC) que pretende ampliar a carga horária do ensino médio e introduzir inovações no currículo para melhorar a qualidade. A ideia é direcionar mais verbas a escolas que implementem as modificações propostas para tentar tornar mais atrativas, aos alunos, as aulas do ensino médio, etapa com altos índices de repetência e evasão escolar e que está praticamente estagnada nas avaliações nacionais de qualidade da educação. Entre as mudanças propostas, está a ampliação da carga horária de 2.400 horas para 3.200. No turno diurno, isso poderia ser feito mediante o aumento do número de horas de aula por dia ou pela ampliação para mais de três anos a duração do ensino médio. Essa opção seria a única válida para os cursos noturnos. Pelo programa, o aluno também poderá escolher o que irá estudar em pelo menos 20% da carga horária, com a oferta de disciplinas opcionais. A proposta inicial de abolir a divisão por disciplinas foi flexibilizada e virou uma recomendação para que as escolas pensem outras formas de organização curricular. Integração O documento aprovado pelo CNE recomenda ainda que as escolas “inovadoras’’ tentem se integrar umas às outras, para que seus alunos tenham um leque maior de opções para as matérias eletivas. O MEC ainda não tem o valor exato do orçamento para esse programa, mas será algo “entre R$ 50 milhões e R$ 100 milhões’’, segundo o ministro Fernando Haddad (Educação), para cerca de cem escolas. “Vai depender muito da demanda’’, disse o coordenador-geral do ensino médio da Secretaria de Educação Básica, Carlos Artexes. Ele disse que a ideia é que os Estados possam ajudar no projeto no futuro. De acordo com o ministro, ainda neste ano será aberto um edital para que secretarias estaduais de Educação inscrevam escolas e projetos de ensino médio inovador que possam receber o financiamento.
Fonte: O POVO

terça-feira, 30 de junho de 2009

PEDRO HENRIQUE, DO SOLETRANDO, VISITA O COLÉGIO LUCIANO FEIJÃO

Ontem tivemos o prazer de receber no Colégio Luciano Feijão o talentoso Pedro Henrique, nascido em Viçosa do Ceará. O garoto foi Vice-Campeão Nacional do SOLETRANDO 2009, patrocinado pelo Programa global Caldeirão do Huck. Tive oportunidade de conversar com ele e fiquei admirado com a sua maturidade. Pedro Henrique escolheu o Colégio Luciano Feijão para fazer o Ensino Médio.
Na ocasião de sua visita, ele foi homenageado pela escola através dos alunos do FUNDAMENTAL II. A garotada se entusiasmou com a presença do menino prodígio que saiu do Ceará e brilhou nas teles da Globo. A partir de 2010, Pedro Henrique já manifestou a intenção da fazer parte do time dos Feras.

sexta-feira, 26 de junho de 2009

REFLEXÃO: MICHAEL JACKSON: UMA TRAGÉDIA ANUNCIADA

A morte do astro Michael Jackson comoveu seus fãs e o mundo. Trata-se de uma celebridade que chegou no auge da fama e não suportou o fardo do sucesso. De origem pobre, Jackson ascendeu ao estrelato sem estar preparado para as arapucas da glória efémera. Nesse desespero quis mudar sua cor e seu rosto. Lembro-me do personagem Dorian Gray, de Oscar Wilde, que o tempo não envelheceu, mas ao final amargou uma tragédia pessoal.
Essas fugas são reflexos da ditadura da matéria. Nela se exterioriza o vazio do homem frente ao seu destino. Para muitos o conceito de felicidade é ter muito dinheiro e fama. Imagine você comprando um carro novo.Aquele com que sonhara há muitos anos. No início há um êxtase total. Passam-se alguns dias e você percebe que a sua ilha de satisfação reduziu drasticamante. O que aconteceu de fato para essa mudança de humor?
Para respondermos a essa questão é necessário entendermos que há um erro do homem em acreditar que a felicidade é algo externo e consegui-la reside na aquisição material de um bem ou pessoa. Atribuímos ao outro, no amor, por exemplo, a responsabilidade pela nossa felicidade ou infelicidade. Como se não bastasse nos consideramos infelizes se não vestirmos a roupa de grife ou se não fizermos aquela viagem à Europa. Mais infeliz ainda seremos se não adquirirmos a melhor casa e os melhores móveis, o carro do ano e por aí vai. Tais pseudo conceitos estrangulam a verdadeira acepção de felicidade e provocam no homem um conflito existencial.
Saibam todos que enquanto procurarmos pela felicidade no ambiente externo, naquilo que não nos pertence por natureza, encontraremos a insatisfação, o vazio e a dor existencial. Isso se dá pelo simples fato de que a felicidade reside no interior de cada um de nós e se exterioriza na forma como lidamos com o outro, na maneira como contemplamos as coisas simples. Toda ela está contida naquele bate-papo com o amigo, no encontro com a família, na discussão filosófica ou na trivialidade. Mas é preciso que ela se estabeleça no “sujeito” e não no “objeto”. A felicidade se irradia de dentro para fora. Aqueles que a procuram externamente traduzem pelo seu ato uma profunda incoerência, motivada pelo desencontro consigo mesmo.
Se não me suporto como sou ou como penso, tenho a tendência de fugir de mim mesmo. Nessa fuga me atiro às muletas que a sociedade me oferece: o álcool, o dinheiro, a fama. Só que cada vez que me aprofundo nessa agonia, mas me distancio do que eu sou realmente. Lanço-me como uma personagem deseperada no palco da vida. Já não sei mais quem sou. Roubei de mim a minha identidade. Não domino a cena. O público é que dirige o espetáculo. Renunciei ao meu direito de “ser” pela fantasia do que “parece ser”. A história se desenrola no anfiteatro da vida e meu desencontro aumenta ainda mais. A confusão gerada entre o que sou e o que represento leva-me a um abismo que prenuncia o fim. Já não mais me suporto. A pantera negra da finitude me devora.
Esse quadro nos promove refletir a tragédia de uma sociedade construída pelo império do “Ter” sobre o “Ser”. No palco, o riso fácil. Na vida,a dor incontida de uma viagem que não se realizou, de uma história inconclusa. Não nos permitamos, portanto, ser personagens de um teatro sem rosto, muito menos devemos aceitar que alguém dirija a nossa história. Somos, de fato, seus verdadeiros autores. Temos a faculdade das escolhas. Nossa vida é uma trajetória única que implica singularidade e atitude. Podemos construí-la de forma edificante, sob o imperativo da ética, do amor e do compromisso com outro. Afinal, ser feliz é fazer o outro feliz. É mergulhar no recôndito da alma, numa introspecção profunda, arrancando as dores dos momentos adversos, dos desencontros, para, numa catarse superior, deslumbrar-se com o rompante do “novo” que nasce e renasce junto com cada alvorecer.

quarta-feira, 24 de junho de 2009

UMA REFLEXÃO PARA A VIDA: O TEMPO E O SER

Certa feita Cecília Meireles perguntou no espelho onde estava seu rosto. Esse utilitário, na verdade, torna visível as nossas rugas e os cabelos brancos. A ação deletéria do tempo assusta o homem desde o primórdio da humanidade. A dor do envelhecimento é cruel e solitária. Aprendemos a compreender a vida pelos anos que passam, esquecemo-nos, entretanto, de que a cronologia humana é uma convenção arbitrária, fruto de nossa visão cartesiana.
Imagine pensar nossa vida pela marcha inexorável do tempo. Cada segundo no relógio nos faz aproximar-se do fim indesejado. O suor do terror da decrepitude humana é ofegante, insípido. A matéria se faz soberana e se os anos tornam os ossos mais frágeis, o raciocínio mais lento, cada dia é um dia a menos no diário da nossa existência.
O pânico toma conta a cada badalada do relógio. Entregamo-nos a um destino incontrolável. Ficamos impotentes. Olha só o que criamos: A dimensão do tempo nos impelindo à morte. Nesse abismo de pensamentos funestos, perdemos a noção do presente e nos entregamos a uma vida de medos e angústias. Como somos idiotas. Toda essa combustão de sentimentos nos oprime e nos impede de viver a vida na plenitude maior do espírito. O apito do trem não indica a chegada mas sim a partida.A partida para um lugar que não sabemos onde ou que preferimos ignorá-lo. Olha só o tempo passando, enquanto seus olhos arregalados acompanham o corrimão das palavras.
Esse é o mal do homem: Relativizar, racionalizar, indagar o porquê de tudo. Enquanto isso a vida vai passando e não percebemos que os botões de rosas se abriram, que o canto dos pássaros anunciaram o amanhecer, que nossos caminhos vão cortando as estradas sem rumo como se prenunciassem um fim que não desejamos.
É hora de renovar o sentido da vida, sobrepujando a dimensão temporal. Aproveitando cada instante como a celebração do eterno começo e não do fim, como o filme que nos promove o êxtase, concitando-nos a singrar os mares pelo espírito aventureiro dos navegantes, ousados ao enfrentarem o desconhecido.
Somos singulares e podemos construir uma história movida pelo entusiasmo dos momentos, sejam eles breves ou longos, todos dotados da magia do encantamento do viver pelo prazer do existir, sem preocupar-se em demasia com as dores que atravessam os nossos jardins, trazendo espinhos pontiagudos. E se eles ferem a nossa alma, saberemos juntar os pedaços, recolher as fagulhas, olhar para um horizonte de oportunidades.
Afinal, nascemos para a vitória, não necessariamente para o podium. No alto, muitas vezes, não enxergamos as nossas limitações, entretanto o sucesso consiste em fazer da vida um hino de resistência, de determinação, de perseverança. Atravessá-la, exitosamente, implica saber superar os fracassos e as vicissitudes que encontramos na nossa caminhada, implica mais ainda no enfrentamento dos mares tempestuosos e dos limites que muitos vezes impomos a nós mesmos.

segunda-feira, 22 de junho de 2009

UM LIVRO SURPREENDENTE: CARTAS ENTRE AMIGOS

Li de um fôlego só e digo para vocês que "CARTA ENTRE AMIGOS"(editora Ediouro) é um livro surpreendente. Confesso que inicialmente o prenconceito com relação aos autores falou mais alto. Imaginei que os midiáticos Gabriel Chalita e Fábio de Melo tinham mais propaganda do que sabedoria. Estava errado!!! O livro é fascinante do início ao fim.
Os autores falam dos medos contemporâneos através da troca de cartas - de amigo para amigo - dando um lampejo de poesia no meio de um território árido das dores humanas. Invocam um Deus que é misericórdia e amor. Lamentam pelos jovens aprisionados pelas drogas, pelos amores que se perderam no chão da poeira das vicissitudes e do egoísmo. Concitam a todos a viverem intensa e abundantemente na esperança, na entrega, no companheirismo. É um livro muito bacana. Confira!!!

domingo, 21 de junho de 2009

ERNANI BARREIRA ENFRENTA A PRIMEIRA GREVE NO JUDICIARIO CEARENSE DESDE QUE ASSUMIU A PRESIDÊNCIA DO TJ

Não ter cumprido a palavra com os servidores do Judiciário do Ceará custou ao Presidente do TJ Ernani Barreira a deflagração da greve do Judidiciário após mais de dez anos de céu de brigadeiro. Mais recentemenente os Oficiais de Justiça aderiram ao movimento. Agora todas as categorias estão em estado de greve.
É lamentável que o Ceará que já é, segundo o CNJ, uma das justiças mais atrasadas do país ainda tenha que passar por essa situação. O que ocorre é total ausência de prioridade àqueles que realmente movem a Justiça cearense. É caótico o desdém com a classe dos servidores.

sábado, 20 de junho de 2009

GABRIEL CHALITA E FÁBIO DE MELO JUNTOS NO LIVRO "CARTAS ENTRE AMIGOS"

Estou começando a ler o livro "CARTAS ENTRE AMIGOS" (Editora Ediouro) dos midiáticos Gabriel Chalita e Padre Fábio de Melo. Trata-se de um diálogo sobre os medos contemporâneos. Meu irmão Robério já o leu e sobre ele teceu muitos elogios. Em breve estarei comentando-o para vocês.

UM LIVRO IMPERDÍVEL E UMA TESE EXPLOSIVA: EFEITO VINCULANTE E CONCRETIZAÇÃO DO DIREITO, de Rosmar Rodrigues Alencar

Li e me deliciei com a obra gigante do Professor Rosmar Rodrigues Alencar intitulada "Efeito Vinculante e Concretização do Direito". É, no mínimo, um livro diferente que não pode deixar de ser lido pelos amantes do Direito.
O autor lança críticas contundentes a standardização das decisões judiciais, fruto da influência iluminista-cartesiana. Propõe uma reeleitura da realidade pela contribuição da semiologia do desejo e da plurivocidade dos horizontes com uma hermenêutica producente. Demonstra com precisão que a padronização de decisões judiciais, através do efeito vinculante, resolve o processo mas não o lítigio, uma vez que não mergulha no âmago dos conflitos, restringindo-se a uma superficialidade. Em síntese: mais números para as estatísticas à custa do recrudescimento das pendengas socias.
Ressalta, com maestria, o paradoxo de adotarmos num país de tradição continental (Civil law) um instituto próprio da common law. Tal propósito se cinge, mormente, pela ênfase do imediatismo. O autor assevera que, nesse contexto, há um reducionismo do mundo dos fatos para que se amolde ao mundo do direito. Segundo ele, a consequência desse modo de pensar é de índole reducionista e evidencia a baixa compreensão da aplicação do direito. Fica, portanto, o jurista e o Magistrado com a necessidade de utilizar um método científico para validar suas decisões, aliado ao fato de que não é sublinhada a importância da compreensão dos problemas, recaindo na conhecida tensão entre decidibilidade do processo versus resolução de conflitos.
Por final, arremata o autor que as excessivas alternativas niveladoras dos aspectos singulares a partir de um dado padrão geral redundam em injustiças e em perda de credibilidade do Judiciário, eis que majoritariamente não conferem a devida importância as discrepâncias sócio-econômicas do Brasil.
Ganha corpo a tese explosiva do autor, principalmente por tratar-se de um Juiz Federal que é, em essência, um hermeneuta-concretizante. Sabe-se que a procura pela celeridade judicial faz criar mecanismos bastante temerários, muitas vezes contraproducentes, alargando ainda mais os conflitos socias. A busca pela estatística imotivada fez disseminar no Judiciários ações pirotécnicas de toda ordem, visando aos holofotes da mídia. Somenos importância é dada à formação jurídica nas academias, relegando-se a um ensino técnico-formal sem alma e sem sensibilidade social. O bom do livro é o fato de descortinar essa triste realidade, principalmente quando se fala enfaticamente de uma prestação jurisdicional efetiva que garanta os direitos humanos, a dignidade da pessoa humana. Parabéns ao autor pela coragem!

sexta-feira, 19 de junho de 2009

SERVIDORES DO JUDICIÁRIO CEARENSE ENTRAM EM GREVE

Os servidores do Poder Judiciário do Estado do Ceará estão em greve em face das péssimas condições de trabalho e dos parcos salários. O motivo deflagrador se deu em virtude do anúncio, ontem, pelo Presidente do Tribunal de Justiça do Ceará da criação de mais de cem cargos de Juízes e 18 de desembargadores. Enquanto isso o Plano de Cargos e Salários dos funcionários é mais uma vez colocado de escanteio. Tal fato desestimula os servidores a ponto de muitos sonharem com novos concursos que os livrem de uma vez por todas dessa dramática situação. É lamentável o desprestígio dos mandatários com aqueles que realmente metem a mão na massa e trabalham para valer. Isso é o Brasil!!!

TRISTE NOTÍCIA: Preconceito piora desempenho de alunos, diz pesquisa

"Alunos zombando de outros alunos, de professores ou de funcionários do local onde estudam é, mais do que brincadeira de mau gosto, sinal de pior rendimento escolar.
Uma pesquisa realizada pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) a pedido do MEC (Ministério da Educação) demonstrou que, quanto mais preconceito e práticas discriminatórias existem em uma escola pública, pior é o desempenho de seus estudantes.
Entre as experiências mais nocivas vividas por esses jovens está o bullying, que é a humilhação perante colegas por motivo de intolerância.
As consequências na performance estudantil são mais graves quando as vítimas de zombaria são os professores. Entre os alunos, os principais alvos são, respectivamente, negros, pobres e homossexuais.
Para chegar a essa associação entre o grau de intolerância e o desempenho escolar, o estudo considerou os resultados da Prova Brasil de 2007, exame de habilidades de português e matemática realizado por quem cursa da 4ª à 8ª série do ensino fundamental da rede pública.
A conclusão foi que as escolas com notas mais baixas registraram maior aversão ao que é diferente. O MEC não informou que medidas pretende tomar a respeito dessa constatação.
"A conjectura que podemos fazer é que o bullying gera um ambiente que não é propício ao aprendizado", afirma o economista José Afonso Mazzon, coordenador da pesquisa.
"Não é uma questão de política educacional, mas de governo, de Estado. O indivíduo que nasce negro, pobre e homossexual está com um carimbo muito sério pela vida toda", diz Mazzon, para quem o preconceito vem normalmente da própria família. "Para alterar uma situação como essa acredito que levará gerações."
Foram entrevistadas 18.600 pessoas, entre alunos, pais, diretores, professores e funcionários de 501 escolas de todo o Brasil. Entre os estudantes, participaram da pesquisa os que cursam a 7ª ou a 8ª série do ensino fundamental, a 3ª ou a 4ª série do ensino médio e o antigo supletivo, o EJA (Educação para Jovens e Adultos). Do total estudantil, 70% têm menos de 20 anos."
Fonte: folha on line
VAMOS NÓS: superar a barreira do preconceito é visceral para reconstrução do nosso país. Os anos de colonização mais a perpetuação do baronato tornou o Brasil uma nação de injustiças gritantes, criando enorme fosso que separa a minoria afortunada da maioria empobrecida. Tal fato se reflete em todas as instâncias do cotidiano. O preço a ser pago é doloroso: um país de desencontros, sem valores, com uma cultura da perversão, da desarmonia e da exclusão.

quarta-feira, 17 de junho de 2009

SENADO FEDERAL: UMA VERGONHA PARA TODOS NÓS

Não posso deixar de voltar a comentar neste blog sobre os últimos escândalos no Senado Federal. No dia de ontem, seu Presidente foi à Tribuna se defender e durante seu arrazoado culpou a imprensa e os grupos econômicos pelo bombardeio de críticas desferidos ao Senado Federal. Causa-nos, no mínimo, perplexidade!!! Tal fato, cada vez mais, faz soçobrar a imagem daquele Parlamento que tem o dever constitucional de proteger o Estado, fiscalizar os mandatários e implementar políticas de interesse público.
Volto ao debate para afirmar que o ranço patrimonialista do Estado brasileiro está longe de acabar. O que se assiste, na verdade, é um reflexo de uma prática corporativa espúria e imoral que, como uma metástase, disseminou-se nas células de nossas instituições, provocando a dogmatização dos efeitos deletérios do oportunismo, da corrupção e do baronato.
Vendo Sarney falar lembra-nos a ditadura militar e a redemocratização. Essa personagem da política brasileira sobreviveu a todas as ideologias e soube travestir-se, de acordo com o momento histórico, ao sabor dos grupos que se revezaram no Poder. É bom lembrar que aqueles que mandaram durante a colonização, são os mesmos que hoje traçam os destinos deste país, salvo a insistência de protagonização de Lula, todavia limitada as cartilhas dos plutocratas.
Culpar a imprensa ou os grupos econômicos pelo que assistimos no Senado é também uma prática de transferência de responsabilidade. Diga-se,tão absurda quanto culpar São Pedro pelas nossas estradas esburacadas. Lamentavelmente o Senado Federal virou um covil de desonestos, claro com raríssimas exceções, estabelecendo-se uma prática de apropriação indevida do erário, distribuição de benesses através do nepotismo, regalias e esquemas fraudulentos.
Num país politizado, isso já seria motivo para a destituição de todos os Senadores com o fechamento daquela Casa. Aqui, apenas manifestamos nossa indignação por um tempo e, em seguida, nos esquecemos dos fatos e tudo volta acontecer. Continuamos a eleger pilantras, como o Deputado que embriagado provocou um acidente ceifando duas vidas inocentes, além daqueles que praticam homicídios, locupletam-se com o dinheiro público, traficam influência e o pior, ficam impunes sob a proteção do mandato eletivo.
Somente a consciência política pode resgatar a dignidade do Parlamento brasileiro. Enquanto o voto for trocado por uma dentadura,fatos dantescos como estes continuarão a povoar o cenário histórico do Brasil.
É preciso um choque de ética que comece na família, se irradie na escola, e se concretize na vida profissional. Sem esse novo arvoredo estaremos apodrecendo nossos valores mais nobres e como um dia disse nosso ilustre Rui Barbosa “teremos a vergonha de dizer que somos honestos”.
É impraticável que a Lei de Gérson sobreviva malferindo os pilares da moral e da probidade. Basta!!! A responsabilidade é nossa: Temos que execrar da política brasileira os maus políticos e para isto é preciso investir em uma educação que forme cidadãos críticos e conscientes.

segunda-feira, 15 de junho de 2009

POR QUE A OPINIÃO PÚBLICA BRASILEIRA NÃO FOI, AINDA, AFETADA PELA CRISE?

Do Blog do César Maia trago para vocês essa reflexão. Achei interessante:
1. Após oito meses de uma grave crise econômica, a percepção dos brasileiros sobre a crise, é melhor, que em março. Em alguns itens muito melhor. Não há indicador econômico que permita chegar a esta conclusão. Que razões explicam essa reação da opinião pública?
2. Seis elementos explicativos. O primeiro é a menor intensidade das informações publicadas. Na medida em que elas são percebidas como parecidas, mantê-las em destaque contrariaria a lógica da renovação do noticiário. O segundo, depois de 3 anos de crescimento econômico e seus efeitos positivos sobre o emprego e renda\consumo, é a esperada torcida para que a crise passe logo. O terceiro elemento é a própria natureza empresarial dos meios de comunicação, que são parte da crise, com a redução dos patrocínios, da circulação e da audiência. As boas notícias e as previsões otimistas de economistas, empresários e políticos, ganham destaque, e as más noticias são deslocadas para os cadernos econômicos.
3. Lula é o quarto elemento. Em seu conhecido voluntarismo, optou por minimizar a crise (marolinha) desde o início. Lula estimulou o consumo, que mesmo não tendo vindo, se ajustou ao discurso otimista. Com isso, vestiu o traje de protetor do povo contra a crise (externa), que, aliás, sempre lhe coube muito bem. O quinto, num terceiro ano, pré-eleitoral, os governos, federal e estaduais, frente a uma crise imprevisível e seus riscos políticos, aceleraram os gastos publicitários.
4. Finalmente é importante lembrar, que desde 2006, pós-mensalão, o governo federal passou a ter um forte vetor publicitário direcionado à imprensa das cidades menores, especialmente pólos. A grande imprensa –exceção à TV- não circula nessas cidades (FSP, 13/06: No início do governo Lula, a publicidade oficial atingia 182 municípios. Agora, são 1.149). A sinergia destes seis elementos ajuda a explicar as pesquisas. A questão de sua sustentabilidade depende do acerto ou não, das previsões otimistas e suas relações com o cotidiano das pessoas.

sábado, 13 de junho de 2009

MEDITAR FAZ BEM À SAÚDE: Meditação ajuda a combater insônia, afirma estudo

Há muito os orientais sabem a importância da meditação. Nós, ocidentais, cartesianos em exagero, temos sérias restrições a essa modalidade de introspecção. O mundo da velocidade não nos permite parar para refletir. O custo de tudo isso é um estresse coletivo e as inúmeras doenças da alma, que afetam indistintamente crianças, jovens e adultos.
Sempre fui um apreciador da meditação e sugiro o livro do Hermógenes para os iniciantes. Vocês vão descobrir a grandeza do método e a eficácia da prática para a vida. A propósito, trago a vocês mais uma notícia sobre os efeitos positivos da meditação:

A meditação pode ser uma forma eficaz de tratamento contra a insônia, segundo pesquisa apresentada no 23º congresso anual da Associação Profissional de Sociedades do Sono, nos Estados Unidos.
Os pacientes que meditam sentem melhoras na qualidade subjetiva do sono e em sua duração total, no tempo de adormecer, da vigília e no acordar.
O diretor do programa sobre a insônia do Memorial Hospital de Evanston, Ramadevi Gourineni, disse que este transtorno é causado por 24 horas diárias de "hiperatividade", com altos níveis de tensão durante certos momentos.
No congresso foi apresentado um estudo que analisa os dados de 11 pacientes, de 25 a 45 anos, com problemas de insônia primária crônica. Durante dois meses, eles foram divididos em dois grupos: um participou de Kriya Ioga (uma forma de meditação) e de aulas sobre saúde. O outro recebeu informações sobre como melhorar a saúde com o uso de exercícios, nutrição, perda de peso e gerenciamento do estresse, mas não fez meditação.
Depois do período do estudo, o grupo que fez meditação registrou melhoras na qualidade do sono, o tempo necessário para dormir e o tempo total de sono.
Gourineni afirmou que os resultados do estudo provam que "ensinar técnicas de relaxamento profundo durante as horas do dia pode ajudar a melhorar o sono à noite".
Fonte: Folha on line

sexta-feira, 12 de junho de 2009

AGRADEÇO DE CORAÇÃO AOS MEUS LEITORES


Quero agradecer as dezenas de e-mails recebidos dos leitores do meu blog. Sei que muitos dos elogios são frutos da bondade de vocês. Arrisco em dizer que esse espaço tornou-se muito especial para mim, não somente pelo fato do constante esforço intelectual para produzir as postagens, mas principalmente pelo carinho dos leitores.
Entre os e-mails recebidos que me sensibilizaram bastante, destaco aqueles oriundos dos grandes amigos e dos amigos que ainda não tive a oportunidade de conhecer. Agradeço de coração o carinho de vocês e peço desculpas a todos pelos dias que não tenho postado para o blog, em face do assoberbamento das atividades laborativas e do tempo que tenho reservado para produzir meu artigo de conclusão da minha especialização em Direito Processual Civil. Mais uma vez quero traduzir o meu muito obrigado!!!!

REFLEXÃO NECESSÁRIA PARA O SUCESSO NA VIDA PESSOAL E PROFISSIONAL: Como desenvolver sua Inteligência Emocional

Ainda sobre Inteligência Emocional trago para vocês um texto do professor Ari Lima.
"Segundo estudos realizados pelo psicólogo Daniel Goleman, autor do livro “A Inteligência Emocional”, (Editora Campus/Elsevier, 1995), 90% da diferença entre as pessoas que obtém grande sucesso pessoal e profissional, e aquelas com desempenho apenas mediano, se deve a fatores relacionados a competências comportamentais, mais do que às habilidades aprendidas na escola.
O conjunto destas competências é o que podemos chamar de Inteligência Emocional. Elas têm cinco componentes principais:
Autopercepção – que é a capacidade das pessoas conhecerem a si próprias, em termos de seus comportamentos frente às situações de sua vida social e profissional, além do relacionamento consigo mesmo.
Autocontrole – ou capacidade de gerir as próprias emoções, seu estado de espírito e seu bom humor.
Auto-motivação – capacidade de motivar a si mesmo, e realizar as tarefas e ações necessárias para alcançar seus objetivos, independente das circunstâncias.
Empatia – habilidade de comunicação interpessoal de forma espontânea e não verbal, e de harmonizar-se com as pessoas.
Práticas sociais – capacidade de relacionamento interpessoal e de trabalho em equipe.
Analisando estes fatores comportamentais que compõem a inteligência emocional, percebemos que eles estão intimamente relacionados ao sucesso e às realizações pessoais.
Em qualquer área da atividade humana, pessoas com estrutura emocional sólida, conseguem melhor produtividade, e, por isto, destacam-se entre as demais.
Um esportista que não estiver bem, emocionalmente, mesmo sendo um atleta de destaque, dificilmente obterá vantagem sobre aquele que se apresentar com alto quociente emocional. Também nas empresas ocorre o mesmo, o profissional instável emocionalmente, tem sua produtividade prejudicada ao desempenhar suas funções.
Existe um estudo do professor John Kotter, da Universidade de Harvard, apresentado no livro As Novas Regras. Ele acompanhou um grupo de 115 alunos desta universidade, durante 20 anos, após sua formatura em 1974. Comparou o desempenho profissional deles ao final do período, com as notas obtidas pelos mesmos, ao concluírem o curso. O resultado, ao contrario do que se esperava, mostrou que não havia ralação positiva entra as notas obtidas, e o sucesso pessoal e profissional alcançado pelos participantes. Ou seja, os melhores alunos não foram os que obtiveram maior sucesso pessoal e profissional.
Baseado nos estudos atuais é possível afirmar que a Inteligência Emocional tem maior impacto na realização pessoal, profissional e na felicidade de uma pessoa, do que o QI, quociente de inteligência. Por isto é tão importante aprendermos a desenvolver nosso quociente emocional, ou QE.
No entanto, surge uma questão: é possível desenvolver a Inteligência Emocional? E como fazer para desenvolver esta habilidade tão importante?
Desenvolvendo a Inteligência Emocional
Um programa para desenvolver a inteligência emocional de uma pessoa, precisa cumprir as seguintes etapas:
Relacionar as principais competências comportamentais desta pessoa em relação ao seu contexto, pessoal e profissional.
Fazer uma avaliação destes comportamentos, comparando o grau atual destas competências, com o grau desejável naquele contexto.
Executar um treinamento, em relação aos comportamentos pouco desenvolvidos, com ações práticas.
Controlar os resultados até conseguir atingir as metas pretendidas.
Depois de saber quais os pontos fortes e as limitações, a pessoa deve ser orientada a desenvolver as competências comportamentais que mais estão prejudicando seu desenvolvimento pessoal e profissional.
Habilidades como empatia, flexibilidade, espírito de liderança, poder de persuasão, motivação, comunicação e relacionamento interpessoal, entre outras, devem fazer parte do programa de desenvolvimento de sua Inteligência Emocional.
É preciso que a pessoa faça uma planilha com as competências que precisa desenvolver e aproveite todas as situações de sua vida pessoal e profissional para praticá-las.
Treinando, treinando, treinando
É como andar de bicicleta, é preciso praticar até tornar estas competências algo natural em sua vida. Se alguém tem dificuldade de falar em público, e esta competência é fundamental para o desenvolvimento de sua carreira, então será preciso praticar esta atividade até tornar-se espontânea.
Segundo pesquisas, o cérebro emocional aprende através de experiências repetidas. Portanto, depois de identificar seus pontos fracos, é preciso centrar forças neles até desenvolvê-los. É necessário enxergar as oportunidades do dia a dia para praticar suas competências em desenvolvimento.
Quem precisa desenvolver a Inteligência Emocional
Todas as pessoas se beneficiarão ao desenvolver sua Inteligência Emocional. Estudantes conseguirão melhor aproveitamento na escola. Jovens terão melhores condições de conseguir seu primeiro emprego, e construí uma carreira de sucesso desde o início. Profissionais terão melhores oportunidades de crescimento e condições de assumir cargos de chefia. Chefes terão melhores condições de liderar suas equipes. Enfim, a Inteligência Emocional poderá ser a diferença entre uma trajetória bem sucedida, com uma vida cheia de realizações, ou uma carreira medíocre.
Por isto, sugerimos a todas as pessoas: profissionais, estudantes, médicos, executivos e empresários, que busquem identificar seus pontos fortes e pontos fracos em relação à Inteligência Emocional, e desenvolvê-los da melhor forma possível. Lembre-se que nunca é tarde para o crescimento pessoal.
Por: Ari Lima