Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2017

DESEMBARGADOR PAULO ALBUQUERQUE É DESTAQUE NO JUDICIÁRIO CEARENSE

O Presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará, Des. Francisco Glaydson Pontes, nomeou o massapeense, Desembargador Paulo Albuquerque, como membro efetivo da Comissão de Regimento, Legislação e Jurisprudência da Egrégia Corte de Justiça do nosso Estado. Apesar do pouco tempo no exercício da magistratura do 2º Grau, o massapeense Paulo Albuquerque vem sendo reconhecido pelos seus pares como um magistrado dotado de probidade, talento e capacidade de gestão. A produtividade de seu gabinete é destaque na justiça cearense. PARABÉNS !!!

O que está esperando para ser feliz?

Muitas vezes aceitamos para as nossas vidas a acomodação. Ficamos naquele emprego por anos a fio, mesmo sabendo que aquele encargo em nada nos realiza. Insistimos num curso superior que nada tem a ver com aquilo que almejamos. Até no relacionamento a dois,  muitas vezes apostamos em situações que só nos trazem dor, frustração e aborrecimento. Esses aspectos da vida, um ou outro, sempre atingirão as pessoas e as consequências, boas ou ruins, dependerão da forma como cada qual agirá diante de tais circunstâncias. Por natureza, algo nos impele à inércia. Se persistimos em aceitar esse determinismo minimalista, sem a ele reagirmos, nos tornaremos reféns de um destino manifesto que provavelmente nos levará à infelicidade.  Acomodar-se é aceitar por aceitar; é permitir-se viver “na mesmice”, acumulando sucessivos fracassos  e colecionando derrotas de toda ordem. E afinal, nascemos ou não para a vitória?!!! Diante dessa indagação, algo nos impele a refletirmos  sobre a saga da humanidade. Fomo…

A CANHALICE POLITICA: REFORMAS DA PREVIDÊNCIA E TRABALHISTA - O Pau vai ...

SUPERE O ÓDIO E O RANCOR: AMAI OS VOSSOS INIMIGOS!!

A BOMBA DA CORRUPÇÃO: O que podemos fazer para salvar as futuras gerações!

O SENHOR É MEU PASTOR, MAS NÃO ME PROMETE UMA VIDA SEM SOFRIMENTO!!

SUCESSO NA VIDA: MAIS QUE APRENDER A FALAR BEM, APRENDA A ESCUTAR!

SUCESSO NA VIDA: MOTIVAÇÃO É DIFERENTE DE ANIMAÇÃO!

TRAGÉDIA NACIONAL: POPULAÇÃO REFÉM DO MEDO E FIM DA LAVA JATO!

VERGONHA NACIONAL: TEMER INDICA ALEXANDRE DE MORAES PARA O STF.

RESPONDENDO SOBRE O DIVÓRCIO

Resolvi escrever sobre esse tema no meu blog, haja vista que sempre tenho sido alvo de indagações de amigos com dúvidas sobre as modificações ocorridas na Lei do Divórcio. Esses questionamentos estão centrados nos seguintes aspectos: Para a realização do divórcio é necessário ainda recorrer primeiramente à Separação Judicial ou aguardar o lapso temporal de dois anos de separação de fato? É possível realizar o divórcio em cartório ou será sempre necessária a interposição de uma ação Judicial. Para responder tais indagações, começo por dizer que anteriormente à Emenda Constitucional 66, a decretação do divórcio só se dava após o casal ter pelo menos um ano de separação judicial – decretada por um Juiz – ou dois anos de separação de fato comprovada através de prova testemunhal. Com o advento da Emenda Cosntitucional 66, de 13 de julho de 2010, publicada no Diário Oficial de 14/07/2010, deixa de existir a figura da separação judicial, bem como não será mais necessário o decurso do lapso …

A ESCOLA PRECISA DESENVOLVER A INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

Cada vez mais compreendo a necessidade de ampliarmos nossa Inteligência Emocional. Durante muito tempo a educação se permitiu a desenvolver o intelecto, sem preocupar-se de formar homens e mulheres livres e conscientes. O Quociente intelectual (Q.I) definia, em outras épocas, o grau de competência de um profissional, constituindo-se em um instrumento bastante utilizado para seleção de um emprego. Observou-se com o tempo que tal artifício era falho, uma vez que a inteligência, por si só, não era suficiente para indicar se aquele profissional era realmente capaz.
Com o desenvolvimento da teoria da Inteligência Emocional, muito bem concatenada pelo Phd Daniel Golleman, veio a percepção de que é preciso saber lidar com as emoções, pois sem essa maturidade não seremos capazes de fazer uso de nossa inteligência de maneira ordenada e propositiva.
Fica claro observar que o sucesso profissional ou familiar dependem de como lidamos com as nossas emoções no dia-a-dia. São as ações e as atitudes qu…