Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2009

2009 - UMA RECORDAÇÃO PARA TODA A VIDA

Quero brindar esse momento de festa de final de ano com as alegrias que compartilhei com a chegada do meu filho. Cada dia que passa são novas conquistas: o batizado, o primeiro aniversário, as primeiras traquinagens, as primeiras sílabas...enfim agradeço ao Pai Criador pelo maior presente da minha vida. Ofereço a vocês, amigos e leitores, esses momentos únicos.

FELIZ NATAL....FELIZ REFLEXÃO

Parece que tudo se repete...todos anos temos o Natal. O que é incrível é que apesar da festa natalina acontecer em todos os dezembros do calendário gregoriano, ela não perde sua magia. E, a cada ano, se reveste de cores diferentes. Parece sempre a primeira vez...o primeiro encanto. Talvez devéssemos trazer a experiência do natal para os nossos relacionamentos familiares. Junto com o Menino da manjedoura, nasceríamos todos os dias, num rompante de esperança e solidariedade.
Sei que o ideal de partilha da maior festa da Cristandade tem sofrido uma deturpação capitalista. A festa do Natal muitas vezes se resume a presentes, perus e excessos na bebida. Tudo isso conspurca a extraordinária reflexão que nos deveria trazer o nascimento de Cristo. Nada mais fantástico aconteceu na história da humanidade. Seu nascimento provocou a mais invasiva revolução no pensamento humano. Sua mensagem arrebatadora está cada vez mais atual e provocativa, mormente em face da degenerescência da sociedade do re…

A GRANDE VANTAGEM DE TER UM BLOG...E A DUREZA DO TEMPO

Não poderia me furtar de falar da bondade de tantos leitores que já acessaram o meu blog. Confesso que me deixa triste não ter a oportunidade de atualizá-lo diariamente. As obrigações do cotidiano, junto o frenesi, fazem-nos reféns do tempo. Tudo é um corre-corre. Fico me perguntando muitas vezes o que nos leva a fazer da vida uma eterna corrida. Poucas vezes paramos para uma reflexão mais profunda. Permitimo-nos ir ao sabor dos ventos. Sei que tudo isso nos leva muitas vezes a um vazio existencial profundo. Perdemos a capacidade de admirar as pequenas coisas. Fugimos de nós mesmos. Negligenciamos a espiritualidade. Deixamos de valorizar os verdadeiros valores da vida: Deus, a família, amigos e etc. E por que o tempo passa...saímos correndo atrás dos sonhos. Resta-nos a indagação: Quais são os nossos sonhos: Posição Social, Dinheiro, Reconhecimento Público. Como dizia o Eclesiastes: Tudo isso é uma ilusão... uma ilusão. Quem sabe o novo ano traga com ele novos caminhos e novas formas…