quarta-feira, 31 de março de 2010

UMA PÁSCOA DE LUZ A CADA UM DE VOCÊS



Somos sempre movidos pelo sentimento da inovação, da reinvenção. Somos sempre tomados pelo desejo de fazer melhor, de superar os limites na busca da excelência e da qualidade. Somos também sabedores de que essas conquistas só serão efetivas e producentes na medida em que estejam respaldadas pelo compromisso ético e pela responsabilidade social. Nossa missão não é senão reflexo de tudo que um dia pregou o Homem de Nazaré. Suas lições são para nós a bússola que norteia nossos caminhos e ilumina nossas vidas. O memorial de sua paixão e morte nos concita a nos tornar melhores, mais solidários, mais humanos.Que Cristo Jesus fortaleça a nossa causa, irradiando sobre nós seu espírito e sabedoria!FELIZ PÁSCOA!!! Um abraço em Cristo a todos que acompanham nosso blog..

terça-feira, 30 de março de 2010

JACQUES ALBUQUERQUE SERÁ CANDIDATO EM 2012


Em conversa recente com o líder político de Massapê Jacques Albuquerque, ele mais uma vez afirmou que será candidato ao Paço Municipal nas eleições de 2012. Disse, também, que as derrotas sofridas não lhe fizerem perder seu ideal de luta, até porque faz política por vocação. Ao contrário, tais adversidades, segundo ele, lhe serviram de ensinamento e o fizeram adquirir mais experiência. Perguntado como ficará o xadrez da disputa a Governo, Jacques disse aguardar com muita serenidade os acontecimentos para só então tomar uma decisão.
Vamos nós: Para muitos que imaginavam que Jacques Albuquerque iria colocar a viola no saco e desistir da política, suas palavras indicam sentido contrário. Na verdade, Jacques respira política 24 horas.

SERRA GANHA FÔLEGO E DEVERÁ MANTER SUA CANDIDATURA


As últimas pesquisas dão conta do crescimento do Governador de São Paulo na disputa presidencial. Acredita-se que ela manterá sua candidatura, renunciando ao direito de pleitear novamente o executivo da Sampa. Tal fato dá a dimensão de que candidata Dilma é uma "mercadoria" muito pesada. Sem a popularidade de Lula, suas chances seriam inexistentes. Ocorre que ao começar a campanha a figura do Presidente mais popular da história do Brasil ficará colada com a de sua criatura. Aí a coisa começa a tomar outro rumo. Como já disse neste Blog anteriormente, o candidato de Lula, seja ele quem for, será o próximo Presidente do Brasil.

sexta-feira, 26 de março de 2010

CRISTO: LIÇÕES QUE O TEMPO NÃO APAGA

Não há quem não se encante, até mesmo os ateístas, com o ritual da Semana Santa. A profundidade de seus ritos nos propõe uma reflexão profunda a partir da Paixão e Ressurreição de Cristo. O filho de Deus se despe de sua condição divina e assume a condição humana. Sofre e é bastante humilhado, aceita a morte infamante de cruz e desce ao calabouço da finitude.Depois ressuscita dos mortos. Toda essa trajetória é permeada de símbolos que se traduzem pela obediência ao pai, pelo amor infinito à humanidade, pela compaixão e pela humildade.
Cristo diferentemente de muitos de nós não procurou a fama, não buscou amigos na riqueza, não quis ser o dono da verdade, até porque era a verdade personificada. Como líder transformou homens incautos em verdadeiros disseminadores da bondade e da justiça. Soube sobremaneira perdoar as falhas de seus companheiros, pois, no íntimo, acreditava na capacidade de transformação, de regeneração de cada um deles. O abandono dos amigos nas suas horas mais difícieis não O fez desistir do seu amor pela humanidade. Seu julgamento era justo e não poderia ser diferente pois Cristo é a própria justiça, é o amor.

Séculos se passaram e todos os anos somos convocados, durante a Semana Santa, a conhecer mais o homem de Nazaré. Muitas vezes desprezamos esse momento tão oportuno em face dos afazeres do cotidiano, de outras prioridades que elegemos. Não nos permitimos perceber que ao conhecer a história de Cristo estamos desvendando um grande tesouro de ensinamentos. Se introduzirmos em nossas vidas suas lições seremos melhores líderes, muito melhores na vida profissional e pessoal, teremos uma capacidade maior de perdoar e de construir relações sólidas. Encontraremos a paz de espírito e o bálsamo que amenizará nossas dores.
De fato tudo isso nos será dado pela graça e pela infinita bondade de Deus. Por isso lhe proponho que faça sua oração e peça que as luzes do espírito santo iluminem sua vida e tire de você essa cegueira que não lhe permite enxergar que a verdadeira felicidade está em conhecer a Deus, pois Ele é a fonte da sabedoria.

terça-feira, 23 de março de 2010

MASSAPÊ: UMA CIDADE SEM RUMO? - PARTE II

Em postagens anteriores neste blog falei que ia tecer alguns comentários sobre os rumos políticos de Massapê, o que ora faço. Observa-se com facilidade que o município vive os resquícios da bipolaridade política. Tem-se dois lados: Partido A e Partido B : Simpatizantes do Partido A e do Partido B. Passam-se os anos e essa modelagem se repete. Vê-se com nitidez que o modelo é típico de cidades interioranas, onde a ausência da consciência política implica uma visão míope do processo eletivo e culmina com o prejuízo à alternância do poder.

Tal modelo conspurca com tudo o que se aprendeu sobre democracia. Perpetua-se no poder e passa a ser dele o dono absoluto, a ponto de defenestrar para bem longe aqueles que a ele se opõem. Cria-se uma cidade marcada pelo apartheid entre os favoráveis e os contrários. Se na eleição seguinte, vence o outro partido, tudo se repete. Como consequência tem-se um governo com projetos incipientes, circunstanciais e sem consistência. O modelo administrativo segue a órbita dos amigos e para os amigos. Daí vem o empreguismo e coleguismo. Não se trata de desenhar um projeto autêntico que vislumbre a vocação empreendedora do povo e a mobilização de forças para transformação social, ao contrário se perpetua um paradigma de paternalismo e assistencialismo baratos, restando enorme prejuízo ao desenvolvimento sustentável do município.

Por outro lado, as forças que a ele se opõem marcham pelo oportunismo da vacuidade e do desgaste do poder, sem também preocupar-se com um debate responsável e produtivo. Repetem os mesmos erros, são omissos e não se permitem compreender um projeto administrativo desvinculado da ação política eleitoreira. Cada eleição é uma preparação para a nova eleição. Esse círculo vicioso atropela a solução de continuidade da administração pública e relega a população a práticas equivocadas, malferindo o conteúdo das políticas públicas que deveriam ser eficientes.

O mais trágico dessa bilateralidade consentida – fruto da ignorância política - é a ausência de formação de novas lideranças. O exercício do poder é limitado a um grupo restrito. A força do poder econômico se instala de forma contundente e arrebata qualquer boa-intenção dos mortais comuns de participarem do processo eleitoral. Lá se vão as boas ideias, sepultam-se os líderes em potencial e preferem-se a mesmice, sob a moeda de troca de um emprego, de uma saco de cimento, de uma promessa futura.

Enquanto isso nossas crianças marcham a meio dessa conjunção de forças opostas, sem perspectivas de dias melhores, sem enxergar na cidade que lhes viu nascer um futuro diferente. Estudarão bastante e daqui irão embora um dia - essa talvez seja a meta de muitos. Aos idosos, entretanto, caberão a esperança de que um dia isso posso mudar. Talvez um dia em que a política deixe de ser profissão e passe a ser uma missão de vida. Talvez um dia em que a população de Massapê acorde e abra os olhos para a realidade e se permita compreender que durante décadas não foi senão “massa de manobra” para muitos interesses escusos.

P.S. Em breve continuaremos nossos comentários

O TEATRO DO TRIBUNAL DE JÚRI: CASAL NARDONI


O Brasil assiste com ansiedade o julgamento do casal Nardoni. A violência praticada contra a criança Isabella Nardoni causou comoção nacional. Sabemos que o Tribunal de Júri é um espaço para debate jurídico, tadavia há nele a prevalência do teatro. Lá nem sempre a verdade decide, principalmente quando um bom advogado de defesa apresenta seus argumentos e comove os jurados. Em breve, veremos o veredicto. Após, comentarei com mais profundidade.

sexta-feira, 19 de março de 2010

DIREITO À SAÚDE - UMA FALÁCIA OU UM DEVER DO ESTADO


Já postei neste blog um artigo que escrevi sobre o tema. Trata-se da discusão se o Estado tem a obrigação de custear um tratamento de um paciente no exterior ou fornecer-lhe um medicamento cujo dispêndio financeiro seja significativo para os cofres públicos. A doutrina se divide em relação ao tema: Até aonde vai a obrigação do Estado? Há aqueles que defendem a "reserva do possível"ao argumentarem que as despesas de grande monta põem em risco o Sistema de Saúde, além do fato de que as autorizações judiciais que obrigam o Estado a custear o tratamento ou aquisição de um medicamento caro é na verdade uma interferência entre os poderes, provocando um desarranjo institucional. Por outro lado, há aqueles que afirmam ser obrigação do Estado o patrocínio de tais despesas uma vez que o direito à saúde tem repercussão individual e coletiva. Ademais, aqui se trata de defender o princípio da dignidade da pessoa humana, o qual não pode se tornar refém da ausência de políticas públicas eficientes.
Na verdade, o tema é motivo de acalaroda discussão jurídica, perpassando pelas abordagens filosóficas e sociológicas. Ocorre que nesta Semana o Supremo Tribunal Federal tomou uma decisão histórica no sentido de acolher a segunda tese que defende a obrigação do Estado com a saúde dos brasileiros, individual e coletivamente. Em seu voto o Ministro- Presidente Gilmar Mendes afirmou que no âmbito do Supremo é recorrente a tentativa do Poder Público de suspender decisões judiciais nesse sentido. Acrescentou ainda que todos os entes federativos (União, Estado e Município) são solidários e devem responsabilizar-se com o custeio de medicamentos e tratamentos a pacientes graves.
Mais informação sobre o tema no site do STF.

quarta-feira, 17 de março de 2010

BLOG SINCRONICIDADE DE VASCONCELOS ARRUDA




Mais uma vez cumprimento o conterrâneo Vasconcelos Arruda, conhecido carinhosamente como Vasco, pelo brilhante trabalho desenvolvido em seu blog "Sincronicidade". São reflexões belíssimas sobre os mais diversos assuntos do passado e da contemporaneidade, nas mais diversas temáticas. Quem ainda não conferiu, basta entrar nos blogs do Jornal "O Povo" e clicar no Sincronicidade.

CIRO GOMES: O ESPALHAFATOSO

Ciro é uma figura nacional. Até que se prove em contrário é um político honesto e inteligente. Mas sua língua incrivelmente trabalha contra si. Suas últimas declarações contra o PT de São Paulo sepultaram de vez a unidade de sua possível candidatura ao Governo da Sampa. Vejam só o comentário do Jornalista Noblat, da Folha de São Paulo, sobre o destempero de Ciro.
"Espantosa a vocação do deputado Ciro Gomes (PSB-CE) de criar problemas para ele mesmo.Foi assim na eleição presidencial de 2002. Chegou a aparecer bem nas pesquisas de intenção de voto. Aí, em entrevista a uma rádio da Bahia, chamou um eleitor de burro.Mais tarde, durante uma entrevista coletiva em São Paulo, tentou fazer gracinha diante da pergunta sobre o papel da atriz Patrícia Pilar em sua campanha. Patrícia é mulher dele. A resposta de Ciro não foi engraçada – foi de mau gosto. Depois disso, a candidatura desceu a ladeira.
Na última sexta-feira, em entrevista à Rádio Eldorado, Ciro disse:- Nunca mais vou ser deputado na vida. Não tenho mais paciência de passar nove horas conversando fiado e não fazendo nada pela vida de ninguém. Como alguém pode aspirar a atrair o apoio de colegas e de partidos com provocações grosseiras como essa? Se ele como deputado “não fez nada pela vida de ninguém” foi porque lhe faltou competência. Ou interesse. Ou empenho. Ou paciência. Ou tudo junto.
Ciro transferiu para São Paulo seu domicílio eleitoral a pedido de Lula, e imaginando que contaria em troca com a boa vontade dele. A candidatura ao governo de São Paulo sempre fora de mentirinha só para assustar o governador José Serra (PSB). Ciro esperava que Lula cedesse o passe de alguns partidos pequenos para apoiar sua candidatura a presidente.
Lula retribuiu a gentileza de Ciro encaixando-o na comitiva que visitou o projeto de transposição das águas do rio São Francisco. Prometeu carregá-lo doravante em todas as viagens que fizesse acompanhado de Dilma Rousseff. Em seguida arquivou a promessa. A direção nacional do PSB estuda a melhor hora e a melhor forma para anunciar seu apoio à candidatura de Dilma. Ciro foi deletado." (Noblat)

CELEBRAÇÃO DO 7° DIA PELA PÁSCOA DE EXPEDITO FROTA

No sábado, à noite, estive presente a celebração do 7º dia pelo desaparecimento do Sr. Expedito Frota. A missa reuniu um grande número de pessoas que foi prestar homenagem a um homem que deixou um grande legado de honestidade, trabalho e amizade. Filhos, netos e bisnetos manifestaram o carinho que tinha ao Sr. Expedito através de preces que comoveram a assembléia reunida. Apesar de tratar-se de um momento de dor e saudades, a missa foi belíssima e nos proporcionou uma reflexão da importância da família para edificação da sociedade.

O VALOR DA SABEDORIA - FONTE DE DEUS


Hoje cedo ao ler um trecho da Bíblia deparei-me com o capítulo 8 ,versículos 9-10, do livro da Sabedoria que, em síntese, nos alertava "Decidi unir nossas vidas, sabendo que (a sabedoria) seria conselheira para o bem e alívio nas agruras e tristeza.Por causa dela me louvarão as assembléias; ainda jovem, me honrarão os anciãos".

Muitas vezes pedimos a Deus coisas materiais. Talvez por não sabermos que para a aquisição das coisas materiais o Divino nos proporcionou a inteligência e a capacidade de trabalho. Tais instrumentos nos permitirão adquirir aquilo que necessitamos para prover as nossas necessidades e como forma de garantir o nosso bem-estar.

Na verdade, o que devemos buscar de forma incessante - e só através da graça de Deus nos será possível - é a sabedoria. Ela sim é uma fonte perene de vida. Somenta ele nos descortina os grandes mistérios da dor e da alegria. Seremos mais fortes, vibrantes e corajosos à medida que conseguirmos olhar o mundo ao nosso redor com os olhos da sabedoria. Afinal, Deus não tem sabedoria pois Ele é a Sabedoria.

sexta-feira, 12 de março de 2010

A ESCALADA DAS DROGAS EM MASSAPÊ


Cada vez mais me assusta a escalada do tráfico e uso de drogas na cidade de Massapê. Não obstante os esforços da polícia, do Judiciário e do Ministério Público está luta está sendo vencida pelos traficantes. Nos últimos meses temos observado o crescimento desta atividade criminosa, envolvendo crianças e adolescentes muitas vezes, pasmem, cooptadas pelos próprios pais. Sei que nas demais cidades do interior do Ceará a situação não é diferente.
Fico me perguntando o que fazer ? Prende-se um traficante, aparece dois em seguida. Não me iludo em imaginar que a ação ostensiva do Estado é suficiente para solucionar esse grave problema. Só polícia e cadeia não são suficientes para erradicar essa grave moléstia social.
Na verdade urge a necessidade de uma grande cruzada cívica, envolvendo todos os poderes constituídos, instituições, grupos e comunidades, com o desiderato de traçar estratégias de combate a tão grave problema. Sugiro que entre as principais causas desse assustador desmantelo social está o desmoronamento da família. Os pais não mais são referências para os filhos. Ao contrário, perderam o respeito e a autoridade. Mal sabem fazer uso do diálogo. Estão aturdidos pela dor ou pela própria omissão.
Por outro lado, a elevação do materialismo de consumo fez soçobrar a moral e a ética. O importante é consumir para manter o status quo, nem que para isso tenha que roubar, matar, ser desonesto. Essa insaciedade trouxe-nos a desordenação dos desejos, implicando o agir sem pensar e sem sopesar as consequências.
Além disso, tem se relegado a espiritualidade à coisa do passado, antiquada, obsoleta. Deus não mais cabe na mesa da família, nas orações diárias. Entronizou-se outros deuses: dinheiro, poder, consumo. Não mais se pára para refletir sobre a conduta. Tudo parece aceitável – seja moral ou imoral, sob o argumento falacioso de que vivemos tempos modernos.
Que modernidade é essa que arranca do homem sua dignidade! Que o distancia de Deus e da ética. Que o faz perder a razão de ser.
Precisamos mais da regeneração dos valores, da família e da presença Deus em nossas vidas. Sem isso, tudo mais será mero arranjo.

terça-feira, 2 de março de 2010

PSDB NACIONAL DÁ SINAL VERDE PARA TASSO SE ALIAR A CID


Ontem tivemos a informação que o PSDB nacional deu sinal verde para que o PSDB do Ceará se alie ao partido de Cid Gomes nas eleições que se avizinham. O namoro político de Tasso com Cid não é recente,só que nas últimas semanas o contato entre ambos se intensificou. Não deu outra: Tasso sabe que não tem condições de enfrentar Cid Gomes numa disputa ao Executivo Estadual e quer garantir sua vaga no Senado (Como fica o PSDB - entra na dança sem querer dançar). Por outro lado, Cid Gomes quer garantir sua reeleição sem maiores problemas e preferencialmente sem candidato contrário, como se deu em Sobral quando era Prefeito (uma lástima para a democracia!).

Fico pensando agora como ficam as disputas municipais com esse novo quadro. Massapê, por exemplo, há uma "briga" ferrenha e histórica entre os líderes Jacques Albuquerque e Zezinho Albuquerque com a liderança do PSDB, no município, Deputado Luiz Pontes. E o PT de Massapê fica no mesmo palanque do PSDB !? Isso sem se falar na dificuldade dos partidários dessas agremiações (que se digladiaram nas últimas eleições) de dividerem o mesmo espaço.

Como dizia Gonzaga Mota "a política é dinâmica". Traduzindo: Os caciques decidem nos gabinetes e o povo é que se dane.

JACQUES ALBUQUERQUE EM MASSAPÊ


Por ocasião do sepultamento do Sr. Expedito Frota, na tarde de ontem, esteve em Massapê o líder político Jacques Albuquerque. Diz-se candidatíssimo nas próximas eleições. Sabe-se que Jacques é um obstinado pela política. Com relação as eleições que se aproximam, afirma que irá apoiar a eleição do irmão Zezinho Albuquerque à Assembléia Legislativa.

MASSAPÊ DE LUTO: MORRE EXPEDITO FROTA

Na noite de ontem , a família Frota perdeu seu patriarca. Expedito Frota morreu aos 92 anos, na Santa Casa de Misericórdia de Sobral. Sua passagem deixa os massapeenses consternados. Trata-se de um homem íntegro, honesto e trabalhador. Educou uma legião de filhos e netos. Minhas homenagens e meu pesar à família enlutada.

STJ : Mantida decisão que estendeu pensão por morte, até os 24 anos, a estudante universitário


"Mantida a decisão que determinou ao Instituto de Gestão Previdenciária do Estado do Pará (Igeprev) o imediato restabelecimento do pagamento da pensão por morte devida a um estudante universitário. O presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro Cesar Asfor Rocha, negou pedido do instituto para suspender a liminar que deferiu a tutela antecipada. Após completar 18 anos, o benefício da pensão por morte foi cancelado, em virtude da maioridade civil. Ele entrou, então, na Justiça e o juiz de Direito da 3ª Vara da Fazenda Pública de Belém concedeu tutela antecipada, para que ele receba o benefício até que complete 21 anos de idade." (Site STJ)
VAMOS NÓS: O entendimento do STJ de manter a pensão por morte após a maioridade civil traz à lume uma discussão ferrenha que a doutrina vem travando desde a vigência do Código Civil de 2002 que estabeleceu a maioridade civil aos 18 anos. A decisão do STJ é um plus importante e sua motivação abre espaço para o uso da analogia no tocante a permanência da obrigação alimentar após a maioridade civil do alimentado, desde que satisfeitas situações específicas. Aliás, tal fato é contundente na decisão da maioria dos Magistrados.