Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2016

Um comentário que vale um destaque: Meu amigo-irmão Ronaldo Dias Carneiro

Amigo-Irmão Carlinhos , temos o privilégio de bebermos dessa fonte, que é o seu exemplo de talento e coragem de líder inspirador. " Dar o exemplo não é a melhor maneira de influenciar os outros. É a única. ", enfatiza Albert Schweitzer. Parece-me oportuna e pertinente a reflexão sobre " O Paradoxo da Autenticidade " de Hermínia Ibarra. Consubstanciando suas valiosas ideias , pequenas mudanças no modo como nos conduzimos, interagimos e nos comunicamos, muitas vezes fazem toda a diferença para a eficácia da liderança. Henry S. Commager expressa com muita propriedade : " A mudança não assegura necessariamente progresso, mas o progresso implacavelmente requer mudança. " Eternos aprendizes que somos , convém fixarmos metas de aprendizado, não só de desempenho, motivando-nos a desenvolvermos atributos valorosos para o enfrentamento de gigantescos desafios no trabalho em equipe. Cecília Meireles pondera : " A vida só é possível reinventada. " Líder de …

SER LÍDER NÃO É UMA TAREFA FÁCIL

Talvez uma das maiores dificuldades que temos na vida corporativa e no âmbito pessoal é compreendermos o conceito de liderança. Destaquei, nesse contexto, a vida pessoal pois lá também o exercício da liderança deve ser vivenciado em sua plenitude sob pena do soçobramento da harmonia entre seus membros e, por corolário, do desmoronamento dos valores familiares. Não se há de distinguir ser líder em casa ou no trabalho. Ambas situações se entrelaçam de forma indissociável. Suas ações em família indicam sua atuação no trabalho. Se em casa sua relação é pautada pelo desrespeito, pelo absenteísmo, pela falta de compromisso, torna-se óbvio que tais práticas transcenderão o espaço do lar e refletir-se-ão na sua atividade laborativa. Daí entendermos que o exercício da liderança começa no recôndito do lar e, por extensão metafórica, no espaço íntimo de nossos pensamentos. Melhor dizendo: Tudo começa de dentro para fora. É claro que precisamos afinar nossos instrumentos, primeiramente, na vida pes…

Não deixe nada para ocasiões especiais !!!

Sempre tenho dito neste blog que costumamos imaginar o tempo como algo manipulável e que sempre está à nossa disposição. Estabelecemos nossosprojetos para o futuro e, quando adiamos o cronograma de execução, por uma desculpa ou outra,somos suficientemente prepotentes a ponto de imaginar que mais uma vez o tempo irá esperar nossa demora. Vandréjá dizia que “quem sabe faz a hora, não espera acontecer”. Algo nos parece enigmático: Podemos controlar o tempo, adiando nossos planos e projetos? Somos senhores do tempo? Ledo engano, afinal o tempo não para. O que temos de concreto é o dia de hoje, mais precisamente o agora. Esse raciocínio impõe refletirmos sobre muitos aspectos de nossas vidas em que deixamos o tempo passar e as oportunidades irem com ele, ficando um rastro de frustração. Quantas vezes na vida não guardamos aquele whisky escocês, a lingerie francesa, o vestido daquele costureiro famoso para uma “ocasião especial”. Ficam lá envelhecidos pelo tempo, esperando o momento oportuno …

Deus, onde estavas naquele momento? Por que não acalmaste o tufão Mathew? POR LEONARDO BOFF

Quando vemos nas primeiras páginas dos jornais a devastação que o tufão Mathew, agora em outubro, produziu no Haiti e nos EUA destruindo cidades, derrubando árvores, arrastando carros e matando centenas de pessoas, os que cremos, nos perguntamos angustiados: “Deus, onde estavas naquele momento em que a fúria assassina  do tufão Mathew se abateu sobre o Haiti e os EUA? Por que não usaste o teu poder para amainar a virulência destruidora daqueles ventos  e daquelas águas inimigas da vida? Por que não intervieste, se podias faze-lo?” “Sequer permitiste aos haitianos, o tempo suficiente para se recuperarem da devastação que significou o terremoto de 2010 onde milhares e milhares morreram soterrados e viram suas cidades e casas destruídas. Por que agora enviaste outro látego para açoitar e matar?” “Tu bem sabes, Senhor: o povo haitiano é um dos mais pobres do  mundo. Negros, conheceram todo tipo de discriminação. Foram oprimidos por ditadores ferozes que faziam das matanças, política de E…

DIA DO MÉDICO - Minha homenagem ao amigo-irmão Ronaldo Dias Carneiro

Neste dia especial, minha homenagem a todos médicos e em especial ao amigo-irmão Ronaldo Dias Carneiro, que é um exemplo de caráter, de ser humano e profissional. De fato, um presente de Deus para aliviar as dores de muitos. Ronaldo dignifica a medicina e a exerce como um sacerdócio. Parabéns amigo-irmão!!!

Oração ao Médico 
Ó Mestre, eu te agradeço porque me entregaste a
missão de exercer a medicina, restituir a alegria de
viver às pessoas que me são confiadas a qualquer
hora, momento e lugar. Ofereço-te a minha vocação de servir a
sociedade como instrumento de tua providência
como instrumento de tua providência. Grandes são os avanços da ciência, mas também
são inúmeros os desafios à limitação humana
que exige de mim seriedade, equilíbrio, sabedoria
e fidelidade ao juramento que fiz. Ó Deus da vida! Ilumina-me e faça de mim um
mensageiro de misericórdia e esperança. Que no final de cada jornada eu possa celebrar
o renascer da vida, fruto do trabalho e entregar-te
às situações da minha limitação quan…

O sempre fascinante Sigmund Freud, por VASCO ARRUDA

É sempre com expectativa que aguardo a tradução de um novo livro de Elisabeth Roudinesco. Dessa vez não foi diferente. Há duas semanas iniciava, emocionado, a leitura de “Sigmund Freud em sua época e em nosso tempo”, biografia de Freud escrita pela historiadora e psicanalista francesa. Logo nas primeiras páginas Elisabeth Roudinesco traça um retrato preciso do biografado: “Este livro, portanto, dividido em quatro partes, narra a vida de um homem ambicioso, oriundo de uma antiga linhagem de negociantes da Galícia oriental, que se dá ao luxo, ao longo de uma época turbulenta – esfacelamento dos impérios centrais, Primeira Guerra Mundial, crise econômica, triunfo do nazismo -, de ser ao mesmo tempo um conservador esclarecido que busca libertar o sexo para melhor controlá-lo, um decifrador de enigmas, um observador atento da espécie animal, um amigo das mulheres, um estoico fanático por antiguidades, um ‘desilusionista’ do imaginário, um herdeiro do romantismo alemão, um dinamitador das …

Por que muitos "intelectuais" resistem em acreditar em Deus?

Muitas vezes quando falamos de Deus para intelectuais eles reagem com absoluta indiferença. Sempre nos vem uma questão ao longo da história: Por que tantos pensadores se opuseram a existência de Deus? Exatamente porque confundiram o "deus" criado pelos homens com o "Deus" que criou os homens. O "deus" criado pelos homens é um justiceiro implacável e vingativo. O Deus que criou os homens é misericordioso e se confunde com a própria justiça e com o amor. Na verdade, foram as práticas nefastas de algumas religiões (criadas pelos homens), com seu fundamentalismo arraigado, que causaram repugnância no meio de grandes pensadores. O erro deles foi não saberem separar "Deus" das religiões. Como fruto dessa falsa percepção preferiram ignorar a existência desse Ser superior. Minha crença em Deus não se prende a um mero formalismo involuntário. Tive, como diz São João da Cruz, minhas noites escuras de profundas inquietações. Tergiversei bastante e fui um …