Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2019

Qual o tempo para investir na aposentadoria?

Sempre quando tratamos desse assunto alguns dizem: Vixe, ainda estou muito novo para pensar nisso!!
Este é o grande problema. Nunca é cedo demais para preocupar-se com o futuro, principalmente no país onde vivemos( lembre-se das incertezas da reforma da previdência).
O tempo para começar a investir na sua aposentadoria é preferencialmente quando se nasce e o papai já se preocupa em montar uma caixinha para o filhão.
Mas se isto não foi possível, está na hora de começar.
Há aqueles que costumam dizer que não se justifica guardar dinheiro para o futuro porque ele pode não acontecer. Tudo bem, mas se você durar 80,90 anos. Como sobreviverá com planos de saúde  e medicamentos caríssimos, sem falar em outras muitas despesas que acompanha a velhice.
Ser previdente é apostar no presente para garantir um pós-aposentadoria mais tranquila sem pires na mão.
No próximo post, vou indicar algumas alternativas de investimentos para você garantir uma feliz aposentadoria.

Encontre motivos que te levem para frente

Ficar ruminando suas dores, fracassos e derrotas não vão lhe ajudar a sair do fundo do poço. O desgaste de energia com  essa maldizença só agravará mais ainda sua situação.
O Que precisa ser feito é olhar para frente e encontrar motivos que te lançam para uma nova jornada. Dê um sentido diferente a sua existência - ela é única e singular.
Para isto, saia da mediocridade, da zona de conforto e ouse fazer diferente!!!

Nenhum dia sem livro!

Quando se assiste à falência e ao fechamento de dezenas de livrarias no país, vê-se a porta do inferno se abrindo para nós.
Sem livros, sem conhecimento, estaremos cada vez mais reféns do obscurantismo e do dogmatimo doentio. Cercado por um discurso ideológico petrificado que fez surgir ao longo da história  os déspotas e os ditadores.
A morte do livro é a morte da alma.
Sepultaremos a memória e a história.
Presos à superficialidade do pensamento anticomplexo, seremos cérebros despidos do raciocínio e da criticidade.
Sem livros, seremos autômatos e teleguiados. Enfim, soçobraremos o projeto de humanidade e seremos dominados pela máquina.
Portanto, se queremos assumir o protagonismo da história, essa assertiva se faz urgente: Nenhum dia sem livro!!

A liberdade de ser você mesmo!

Ser rotulado e politicamente correto tiram de nós a singularidade.
Não tenha medo de se assumir, isto é, de ser você mesmo. 
Usar uma máscara e disfarçar uma evidência não esconderão do outro aquilo que você é.
O Que somos resiste ao tempo e às aparências.
Todos nós temos defeitos e virtudes. Somos naturalmente imperfeitos. Porém, temos uma capacidade incrível de ressignificar nossas vidas e atitudes. Basta querer ser bom, exercer a retidão e superar hábitos que nos atrofiam.
O Que não é possível é simular aquilo que somos ou que não somos.
Afinal, somos únicos, entre bilhões de outros e outras e,  temos a obrigação de construir uma história de vida que dê sentido a nossa existência e gere um impacto positivo para toda humanidade.

Ouse ir por um caminho diferente.

Saia do efeito manada: Maria-vai-com as outras.
Quando nos deparamos com algo que beira ao modismo, que tenta influenciar nossas  decisões, é preciso agir com um olhar crítico e amadurecido.
Esta onda de seguir o que todo mundo está fazendo é muito perigoso e pode lhe trazer enorme prejuízo.
Toda decisão tomada por influência das massas e cercada de emoção, não se sustenta e beira a insanidade.
Decidir exige singularidade, senso crítico, análise racional e apurada. Escolhas erradas trazem consequências nefastas.
Portanto, antes de decidir para onde vai ou como vai agir, respire profundo, estude e siga o caminho solitário.
Tenha cautela com fila grande!!

Tempo não é dinheiro!

Quem já não ouviu esta expressão muito e demasiada americana " Time is money" ( tempo é dinheiro).
A grande verdade é que esta concepção é completamente equivocada e quando distorcida traz enorme prejuízo as nossas vidas.
O dinheiro ora se ganha, ora se perde. É uma gangorra sazonal ou ocasional. Podemos, com o trabalho, recuperá-lo ao longo do tempo.E o tempo?Ah, este aqui quando passa não volta jamais!!
Portanto, o tempo é o nosso maior ativo.
Quando queremos viver com o luxo e desejos de consumo sem fim, passamos a trabalhar arduamente, sem descanso e sem férias, como forma de manter o status quo perseguido.
Mal sabemos que para gerarmos o dinheiro para satisfazer nossos desejos, gastamos o nosso único ativo que não se renova - o tempo.
Perdemos o lazer, o convívio com a família, os prazeres triviais e principalmente a contemplação.
Tornamo-nos escravos da soberba e deixamos para trás o que é essencial para nossas vidas.Então, será que posso resgatar o tempo perdido.…

Resistir é preciso!!

Não se inquiete com as oscilações de humor, como uma onda no mar, da sua vida. Há momentos que estamos entusiasmados, cheio de projetos. De repente, bate um desânimo e ficamos acabrunhados.
Essa alteração faz parte da trajetória de todos nós, até porque o  nosso cérebro cria mecanismo de proteção contra as frustrações, tentando nos poupar do gasto de energia e da dor.
Por esta razão, é preciso driblar este espírito de conservação da atividade cerebral para nos mantermos firmes e resistirmos às adversidades do caminho.
Resistir é preciso!!
Entusiasmar-se é estar com Deus, movimentando-se sempre para frente, com a certeza de que a prosperidade não segue uma linha linear.
Teremos sempre momentos radiantes e outros tantos cheios de agonia. Não se cobre além do seu limite. Apenas aja e siga em frente. Tenha um propósito e acredite nele.