Pular para o conteúdo principal

Saiba como se concentrar nos estudos para concursos e não desanimar com demora na nomeação, por LIA SALGADO




A especialista em concursos públicos do G1 recomenda planejar o tempo, organizar o local de estudo e cuidar da saúde. Além disso, ela explica como funcionam as nomeações e informa que a convocação para tomar posse até pode demorar, mas ela acaba acontecendo principalmente para quem presta concursos para a mesma área.

Mande dúvidas sobre concursos no espaço para comentários; as perguntas selecionadas serão respondidas em coluna quinzenal.

Concentração
“Estou iniciando uma fase de estudo para concursos, mas venho pecando no quesito concentração. Você tem dicas de como concentrar mais nos estudos?”, pergunta a internauta Flávia Cerqueira.

Segundo Lia, a maioria das pessoas não tem problemas de concentração, mas existem alguns cuidados simples que melhoram muito o foco nos estudos.

Planejamento - definir com clareza os horários de estudo (e a hora das outras tarefas) evita o ruído no cérebro de fazer uma coisa preocupado com outra). “Nesse horário seu cérebro vai aceitar que é hora de pensar só naquele assunto”, diz Lia.

Local de estudo – mantê-lo em boas condições de iluminação, temperatura e conforto (cadeira), dentro do possível.  Vale uma boa dose de criatividade para adequar a situação, como estudar próximo a uma janela durante o dia. Além disso, as bibliotecas são ótimas opções para os concurseiros. “Precisa ser um local confortável, dói as costas, está escuro, está tudo bagunçado, isso demanda mais esforço do cérebro”, alerta Lia.

Organização – de acordo com Lia, o cérebro funciona com o que ele está vendo, isso facilita que não fique pensando em outra coisa. “Deixe o celular desligado e o computador fechado para não ter mais estímulos fora do que você vai fazer naquele momento”, diz. Outro conselho é deixar sobre a mesa somente o material referente à disciplina que está sendo estudada no momento.

Saúde – a especialista recomenda alimentação a cada 3 horas para o cérebro não entrar em “modo econômico” (o que provoca sono também), beber água (2 litros por dia), pois ajuda o trânsito de informações no cérebro, e praticar atividade física aeróbica que turbina os neurônios e melhora o aprendizado.

Estudo dinâmico, que envolva não só leitura, mas resolução de exercícios e elaboração de material para revisões.

Nomeação
“Faz dois anos que estudo e já fui aprovada diversas vezes, mas não fui nomeada. Estou cansada e começando a desacreditar. Sei que não devo desistir, já que vim até aqui e preciso prosseguir, mas como não cair no desânimo? O primeiro concurso para o qual fui aprovada já está vencendo o prazo de 1 ano e nada”, pergunta a internauta Mara Lima.

Segundo Lia, existem dois tipos de aprovação: em cadastro de reserva ou em vagas disponibilizadas já no edital. No caso do cadastro de reserva, a administração pública não é obrigada a nomear, mas há decisões judiciais que determinam que ao menos o 1º colocado deve ser nomeado. Já no caso de aprovação dentro das vagas, a nomeação é obrigatória e vai acontecer, mas isso pode demorar até o fim do prazo de validade do concurso previsto no edital, que ainda pode ser prorrogado uma vez.

“Então, é preciso ter a consciência de que está colecionando aprovações e depois poderá escolher a vaga que considerar melhor. Infelizmente, é assim que funciona. Por outro lado, fica claro que a partir de um ponto, o conhecimento fica tão sedimentado que a pessoa efetivamente é aprovada sucessivamente, desde que faça concursos sempre na mesma área”, diz.

“Seu caso não é único e dá mesmo um frio na barriga de medo de não ser convocada nunca. Mas, fique tranquila e siga, porque sua hora de comemorar vai chegar. E vai compensar todo o seu esforço”, finaliza

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

HOMENAGEM ÀS MÃES: UM DOS MAIS BELOS TEXTOS QUE JÁ LI

Resolvi homenagear às mães com esse texto que considero uma das mais belas páginas já escritas pela inteligência humana. Neste azo, quero cumprimentar a minha adorável mãe Terezinha Albuquerque e à minha esposa e companheira de todas as horas Marlúcia, mãe do meu bem mais precioso.
Retrato de Mãe
Uma simples mulher existe que, pela imensidão de seu amor, tem um pouco de Deus; e pela constância de sua dedicação, tem muito de anjo; que, sendo moça, pensa como uma anciã e, sendo velha, age com as forças todas da juventude; quando ignorante, melhor que qualquer sábio desvenda os segredos da vida, e, quando sábia, assume a simplicidade das crianças; pobre, sabe enriquecer-se com a felicidade dos que ama, e, rica, empobrecer-se para que seu coração não sangre ferido pelos ingratos; forte, entretanto estremece ao choro de uma criancinha, e, fraca, entretanto se alteia com a bravura dos leões; viva, não lhe sabemos dar valor porque à sua sombra todas as dores se apagam, e, morta, tudo o que so…

DICA DE LIVRO: JESUS, O MAIOR LÍDER QUE JÁ EXISTIU, de Laurie Beth Jones

Sempre tenho falado da importância do exercício da liderança, tanto na vida profissional, como pessoal. Como fruto dessa necessidade indico o livro JESUS, O MAIOR LÍDER QUE JÁ EXISTIU, de Laurie Beth Jones (Editora Sextante). A autora é consultora de marketing e conferencista de renome nos Estados Unidos. O livro trata sobre os princípios de liderança de Jesus Cristo e como podem eles ser aplicados no trabalho, gerando crescimento, harmonia e realização. Numa abordagem espirituosa, a autora compara Jesus a um empresário que montou uma equipe de 12 pessoas que estava longe de serem perfeitas, mas conseguiu treiná-las e motivá-las para cumprirem sua missão com sucesso. Nesse contexto, o livro mostra um modelo de gestão baseado em três categorias de forças: autodomínio, ação e relações. Entre as frases geniais do livro, destaco: "Esperar o tempo perfeito é uma grande desculpa e uma racionalização para se ficar parado e não fazer nada." (pág. 44); "Os líderes que compartilha…

DICA DE LIVRO: AUTO DA BARCA DO INFERNO, de Gil Vicente

Ainda da Coleção Clássicos Saraiva, indico para leitura a obra "O AUTO DA BARCA DO INFERNO", do humanista português Gil Vicente. Inicialmente destaco que Gil Vicente é um importante autor da literatura portuguesa e foi o fundadador do teatro em Portugal. Situada no limiar entre a Idade Média e o Renascimento, no período que ficou conhecido como Humanismo, entre os séculos XV-XVI, a obra vicentina é um atestado exemplar dessa transição de costumes e valores. Tendo temática de base religiosa, seu teatro consegue harmonizá-la com elementos profanos. "O auto da barca do inferno" é a obra mais famosa de Gil Vicente e um clássico do teatro de língua portuguesa. Seu tema central são as personagens que, mortas, são conduzidas à barca que as levará ao Inferno ou Paraíso. As cenas retratam o diálogo jocoso que cada um dos pecadores trava com o Anjo e com o Diabo. São muitas os personagens sociais que fazem parte do drama: Frade, Sapateiro, Fidalgo, Alcoviteira, Enfocado e ou…