segunda-feira, 17 de novembro de 2014

POSSUEM TUDO, MENOS A HONESTIDADE, por Carlos Chagas

A roubalheira na Petrobras envolve diretores da estatal nomeados por partidos políticos,  mais empreiteiras,  empresas prestadoras de serviços e políticos de diversos matizes. Como supor que os presidentes Lula e Dilma não soubessem de nada? De que forma aceitar que não  tenham sido informados pelos órgãos  de segurança do governo ou por simples comentários de auxiliares  imunes à mãe de todas as  lambanças jamais praticadas na história da República?
Sabiam e não fizeram nada? Na ânsia de manter o poder, deixaram e incentivaram que PT, PMDB, PP e outros partidos navegassem no mar de lama hoje exposto até as profundezas?
Jamais se viu tamanha sordidez envolvendo poder público e iniciativa privada. Foram bilhões surripiados de obras superfaturadas, distribuídos pela mais  fantástica quadrilha de que se tem notícia agindo no país.  Falta conhecer mais um segmento da banda podre desse poliedro de horror, os deputados, senadores, governadores,  ministros  e funcionários envolvidos.  Parece  não demorar a exposição que nenhum segredo de justiça conseguirá ocultar.
A pergunta que se faz é sobre as conseqüências. Lula e Dilma conseguirão escapar, mesmo diante da presunção de não terem sido beneficiados financeiramente, nem  enriquecido?  E os montes de políticos que receberam propinas, irrigaram suas campanhas e  facilitaram as operações ilícitas, acolitados por empresários e executivos empenhados em dilapidar patrimônio público?  Vai todo mundo parar na cadeia?
Basta abrir o leque para supor não se limitar à Petrobras a sujeira agora descoberta. Outras empresas estatais de igual quilate estarão sendo investigadas, provavelmente incursas nas mesmas bandalheiras. Em suma, as elites nacionais estão podres, com as exceções de sempre. Policia Federal, Ministério Público e Poder Judiciário vem cumprindo suas obrigações, não obstante as lacunas da lei que, como no caso do mensalão, mandaram a maioria dos réus para casa.
Falta ainda um universo a desbravar. Quando as investigações chegarem aos bancos, por exemplo, tanto os públicos quanto os privados, haverá tapete capaz de ocultar a sujeira? Será que a  garantia de maioria no Congresso vale tamanha lambança?   Certas pessoas  possuem tudo, por meio  de sua desfaçatez. Menos a honestidade…

Nenhum comentário:

Postar um comentário