quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Cid quer reunião com governadores após recuo do Planalto sobre nova CPMF

Perdeu força a mobilização dos governadores em defesa de um novo tributo para a saúde. Os gestores estaduais contavam com o apoio da presidente Dilma Roussef, mas temendo desgaste político, Dilma decidiu liberar as bancadas aliadas no Congresso, revela O Globo. Por esse motivo, alguns governadores defendem a necessidade de enfrentar o desgaste, e outros elogiavam a iniciativa da presidente.
"A decisão da presidente está certa. A solução para a Saúde não pode começar pelo debate por mais tributos. Primeiro, temos de discutir qualidade dos gastos no setor e de ações básicas, além da redução da violência no trânsito. Tudo isso tem impacto na Saúde", disse o governador Eduardo Campos (PSB-PE).
O governador Cid Gomes (PSB) afirmou que, diante da posição do Planalto, consultará os demais governadores para saber como agir daqui para a frente". "Não sei qual é o desgaste político maior dos que têm responsabilidade: se pela criação de um novo imposto ou pela situação da Saúde pública. Respeito a posição de quem pensa que o Brasil tem muito tributo. Mas o mau gerenciamento não é o principal problema da Saúde. O que existe é falta de financiamento", disse Cid.
*Com informações O Globo e Ceará Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário