terça-feira, 6 de setembro de 2011

Cid Gomes defende a criação de imposto da saúde nos moldes da extinta CPMF

"Os governadores do Ceará, Cid Gomes e da Paraíba, Ricardo Coutinho, ambos do PSB, encabeçam a lista de chefes de Estado que lançam esta semana uma nota em que pedem "maior aporte de recursos" para a saúde e apoiam o pleito da presidente Dilma Roussef para que o Congresso aponte novas fontes de recursos para á área.
De acordo com reportagem da Folha de S. Paulo, na prática eles decidiram encampar o discurso do governo sobre a necessidade de um novo imposto, nos moldes da extinta CPMF, ou aumentar a taxação de produtos como cigarros e bebidas para custear a saúde.
Será sobre os cofres estatuais o maior golpe caso a emenda constitucional 29, que aumenta as verbas para a saúde, seja regulamentada conforme o texto atual, sem nova fonte de verbas.
A Folha revela ainda que a carta tinha até este domingo (4) doze assinaturas --os governadores do Nordeste e os do PT. Outros sete já haviam se comprometido a assiná-la.
Na última semana, com a pressão crescente no Congresso para votar a regulamentação da emenda 29, o Planalto cobrou dos Estados uma posição. Segundo um ministro, os governadores estavam de "braços cruzados" nessa discussão."
*Com informações da Folha de S. Paulo e Site Ceará Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário