Pular para o conteúdo principal

Haja como um vitorioso antes mesmo de conquistar seus objetivos, por SAMY DANA

Quando você pensa em um super herói, qual é a primeira postura que lhe vem à cabeça? Provavelmente deve imaginar uma pessoa forte, com o uniforme de herói, com as mãos na cintura e o peito inclinado para a frente. A pose é típica de personagens heróicos e não é sem motivo. Na análise da linguagem corporal, a pose representa autoconfiança e coragem, características típicas de um vencedor. 
Do mesmo modo, quando você vê uma equipe de qualquer esporte que seja comemorando uma vitória, o gesto mais comum são os braços estendidos para cima. É uma simbologia universal para representar a vitória. O interessante disso tudo é que este tipo de representação através do corpo não foi algo simplesmente inventado e aceito como uma marca de vitória. É algo que nos acompanha no processo evolutivo. 
Vemos, por exemplo, que esta atitude também é adotada entre grupos de chimpanzés e gorilas. Os mais fortes demonstram poder batendo no peito e erguendo os braços para o alto. 
Aliás, as pesquisadoras Amy J. C. Cuddy, Caroline A. Wilmuth e Dana R. Carney, das universidades de Harvard e Berkeley, fizeram um estudo comprovando os efeitos benéficos de adotar posturas vitoriosas para conquistar objetivos. 
Foi realizada uma experiência em que um grupo de pessoas fazia poses que demonstravam fraqueza - como encolher-se e juntar os braços - enquanto outras estendiam os braços em posição de vitória. Em seguida, essas mesmas pessoas eram levadas para uma entrevista de emprego. O resultado é previsível, mas impressionante. As pessoas que levantavam os braços eram recrutadas com mais facilidade. 
Pode parecer bobagem, mas a verdade é que essa atitude simples tem o poder de disparar um gatilho mental que tem efeito imediato em nossa autoestima. A pose de confiança e determinação age de modo semelhante como acontece com os gorilas. Aqueles animais que se destacam no meio do grupo, possuem no sangue níveis maiores de testosterona - responsável pela agressividade - do que o cortisol, que é o hormônio que causa estresse. 
Uma postura de vitória pode ser o suficiente para equilibrar o cérebro a dosar os hormônios de forma que você fique mais confiante. Treinar poses assim antes de uma negociação importante ou mesmo uma entrevista de emprego pode interferir de forma benéfica nos seus resultados. 
Por mais que estejamos acostumados a ver pessoas erguendo os braços somente depois de conquistar uma vitória, não custa nada treinar o gesto previamente para ajudar na conquista de um objetivo.
G1

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

HOMENAGEM ÀS MÃES: UM DOS MAIS BELOS TEXTOS QUE JÁ LI

Resolvi homenagear às mães com esse texto que considero uma das mais belas páginas já escritas pela inteligência humana. Neste azo, quero cumprimentar a minha adorável mãe Terezinha Albuquerque e à minha esposa e companheira de todas as horas Marlúcia, mãe do meu bem mais precioso.
Retrato de Mãe
Uma simples mulher existe que, pela imensidão de seu amor, tem um pouco de Deus; e pela constância de sua dedicação, tem muito de anjo; que, sendo moça, pensa como uma anciã e, sendo velha, age com as forças todas da juventude; quando ignorante, melhor que qualquer sábio desvenda os segredos da vida, e, quando sábia, assume a simplicidade das crianças; pobre, sabe enriquecer-se com a felicidade dos que ama, e, rica, empobrecer-se para que seu coração não sangre ferido pelos ingratos; forte, entretanto estremece ao choro de uma criancinha, e, fraca, entretanto se alteia com a bravura dos leões; viva, não lhe sabemos dar valor porque à sua sombra todas as dores se apagam, e, morta, tudo o que so…

DICA DE LIVRO: JESUS, O MAIOR LÍDER QUE JÁ EXISTIU, de Laurie Beth Jones

Sempre tenho falado da importância do exercício da liderança, tanto na vida profissional, como pessoal. Como fruto dessa necessidade indico o livro JESUS, O MAIOR LÍDER QUE JÁ EXISTIU, de Laurie Beth Jones (Editora Sextante). A autora é consultora de marketing e conferencista de renome nos Estados Unidos. O livro trata sobre os princípios de liderança de Jesus Cristo e como podem eles ser aplicados no trabalho, gerando crescimento, harmonia e realização. Numa abordagem espirituosa, a autora compara Jesus a um empresário que montou uma equipe de 12 pessoas que estava longe de serem perfeitas, mas conseguiu treiná-las e motivá-las para cumprirem sua missão com sucesso. Nesse contexto, o livro mostra um modelo de gestão baseado em três categorias de forças: autodomínio, ação e relações. Entre as frases geniais do livro, destaco: "Esperar o tempo perfeito é uma grande desculpa e uma racionalização para se ficar parado e não fazer nada." (pág. 44); "Os líderes que compartilha…

TEXTO PARA REFLETIR: AUTOMOTIVAÇÃO - O SEGREDO DO SUCESSO

"Hoje em dia o que não falta é material de apoio para o desenvolvimento pessoal dentro do competitivo mercado de trabalho. Textos, artigos, revistas e livros sem fim acrescentam informações, muitas realmente importantes, para um melhor desempenho.
Nada, realmente nada funciona sem envolvimento e motivação. Envolvimento é tomar toda e qualquer atividade como se fosse sua. Se você é vendedor, a empresa que representa é a sua empresa, sua missão, seus objetivos, são os mesmos que os seus. Você, em qualquer lugar que estiver, é a imagem da "sua empresa", seja perante um cliente ou junto a seu grupo de amigos, você se orgulha do que faz e da empresa que representa.
Motivação, ou melhor, auto-motivação, é a vivência diária desse envolvimento. Esperar da empresa o reconhecimento do que se faz é realmente lógico, mas vem em segundo lugar. Ter grau máximo de satisfação e orgulho do que se faz, buscar a realização do "sempre pode se fazer mais", nunca se acomodar com o qu…