segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Para Ciro, Marina ameaça o futuro do Brasil, Aécio é um FHC piorado e Campos mama no governo há sete anos


O ex-ministro Ciro Gomes (PROS), atual secretário de Saúde do Estado Ceará, entrou, definitivamente, nas eleições presidenciais. Com garantias de que lutará pela reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT), Ciro disparou duras críticas contra a ex-ministra Marina Silva
(PSB), representante de um projeto “ameaçador do futuro do Brasil”, segundo ele.
“Tenho grande feição pessoal por ela, mas a Marina não sabe nada do Brasil. Vive nessa lambança, uma coisa meio difusa, o povo está chateado com a corrupção, e ela é uma pessoa séria e faz esse discurso moralista, como se corrupção fosse um problema da pessoa. Ah se fosse”, declarou.
E acrescentou: “A questão é do gogó para baixo. As instituições, a impunidade, a fragilidade das legislações e os conchavos politiqueiros”.
O secretário não parou por aí. Admitindo as falhas do governo da presidente Dilma, Ciro não poupou de suas ácidas avaliações os dois principais adversários da petista: Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB).
“O Aécio representa um Fernando Henrique piorado e é isso que nós queremos? Se isso for feito, o Brasil se arrebenta. O Eduardo está há sete anos mamando no governo, com cargos. Entupiu Pernambuco de benefícios, inclusive prejudicando o Ceará e, na véspera do embate, vem aparecer oposição?”, queixa-se o ex-ministro.
As críticas foram proferidas pelo irmão de Cid Gomes, no último sábado, em entrevista concedida ao comunicador Evandro Nogueira, da rádio Verdes Mares.
* Com Aqui CE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário