terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Eunício quer apoio ou rompe aliança com Cid


Do Blog do Donizete Arruda:

"Surpreenderam as firmes declarações dadas pelo senador Eunício Oliveira ontem, no Centro de Eventos. Ao anunciar que, se o governador Cid não quiser apoiar a sua candidatura ao Abolição, “cada um seguirá seu caminho”, Eunício aumentou o tom e, na prática, definiu que será candidato de qualquer jeito nas eleições de 2014. O governador Cid estava a seu lado, mas não ouviu o recado. O cenário que se desenha na sucessão cearense é de que, depois de sete anos como aliados, Cid e Eunício devem marchar separados na corrida eleitoral ao Governo do Estado. Mesmo adiando para maio do ano que vem o anúncio de seu nome, Cid não dá sinais de que vá abrir mão de lançar um nome que não seja do PROS .
INÁCIO VAI JUNTO
Quem também vai romper com o governo Cid, entregando a Secretaria de Esportes e seguindo Eunício, é o senador Inácio Arruda. O PCdoB fechou questão. A dúvida é se os comunistas irão romper com o prefeito Roberto Cláudio. A direção avisa: o rompimento também ocorrerá na Prefeitura.
ESQUENTOU
Ninguém sabe ao certo o estopim para o endurecimento do discurso de Eunício. O único fato criado foi a entrevista de Cid anunciando Ciro como coordenador da campanha de seu futuro candidato ao Abolição. Eunício deve ter achado: com Ciro no comando, ele estava fora do jogo.
MEU CELULAR
Eduardo Campos entrou na disputa pelo palanque de Eunício. Ao saber que Aécio Neves procurou o peemedebisa, o
candidato do PSB ao Planalto telefonou dizendo que gostaria muito de fechar um acordo com o PMDB no Ceará. Eunício apoiará a reeleição da presidente  Dilma.

MEU GURU
Eunício tem o compromisso assumido pelo ex-presidente Lula, com o testemunho do vice-presidente Michel Temer, de que, se o governador Cid não apoiá-lo, estará garantido o palanque duplo no Ceará. Lula virá pedir votos para o candidato de Cid e também para Eunício no mesmo dia."

Nenhum comentário:

Postar um comentário