terça-feira, 29 de outubro de 2013

Michel Temer articula com Eunício manutenção da aliança com Cid

O vice-presidente Michel Temer (PMDB) convidou o senador Eunício Oliveira (PMDB) para acompanhá-lo em evento que reunirá, na China, empresários de diversos setores e ministros de Estado para discutir com autoridades chinesas avanços nas relações bilaterais e oportunidades nas áreas de comércio, infraestrutura, ciência e tecnologia e educação.
Outra motivação para o empenho do vice-presidente em levar o senador à Ásia é que Temer, principal intermediador peemedebista da crise com o PT, recebeu do Planalto a missão de convencer Eunício a fechar acordo com Cid Gomes para as eleições de 2014.
Dilma Rousseff sabe que o PMDB do Ceará possui, atualmente, o terceiro maior colégio do partido – ­perdendo apenas para o Rio de Janeiro (68) e Minas Gerais (66) – e não pretende perder os 62 votos de que o Estado disporá na convenção nacional da sigla, em 2014, na qual será decidido sobre o apoio à reeleição da petista.
Recentemente, Eunício alterou um pouco o costumeiro tom paciente com que dizia esperar pela decisão de Cid Gomes acerca da sucessão estadual e passou a compor a ala peemedebista que defende a antecipação – de junho para março ­– da convenção nacional do partido, como forma de pressionar o PT sobre a composição dos palanques estaduais.
“Não é nada contra a Dilma, mas vamos antecipar [a convenção] porque precisamos ajustar os estados”, ponderou o senador, que defende um entendimento entre PMDB, PT e PROS no Ceará.
O vice de Dilma tentará costurar os termos de um entendimento que agradem a Eunicio e tenham o aval do governador Cid.
Fonte: Ceará News

Nenhum comentário:

Postar um comentário