quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Lula classifica como “abominável” reação de médicos cearenses


As vaias e agressões verbais concebidas aos 96 profissionais estrangeiros, entre eles 79 cubanos, que vieram ao Ceará participar do programa federal “Mais Médicos”, esta semana, foram definidas pelo ex-presidente Lula como "abominável". O protesto aconteceu no Aeroporto Pinto Martins e também durante o treinamento do programa que acontecia na entrada da Escola de Saúde Pública do Ceará (ESP-CE), no Meireles.
"Acho abominável um grupo de pessoas ir fazer protesto contra profissionais de outros países que fizeram um favor para nós, de vir aqui cobrir os lugares que os médicos brasileiros não querem ir", disse Lula, que participou da comemoração dos 30 anos da Central Única do Trabalhadores (CUT) na noite desta quarta-feira (28).
Para Lula, os médicos cubanos "fizeram um favor para nós. Imagine a grandeza da atitude humanitária dessas pessoas, que não vêm aqui para a avenida Paulista, para a avenida Copacabana, visitar apenas pontos turísticos".
*Com Valor

Nenhum comentário:

Postar um comentário