sexta-feira, 3 de agosto de 2012

CAMPANHA PRESIDENCIAL 2014 ENTRA EM CENA

"A campanha das eleições para escolha dos novos prefeitos e vereadores ainda está engatinhando, mas os cenários traçados nos bastidores empresariais e políticos já demonstram preocupação com a sucessão da presidente Diloma Rousseff em 2014. Com esse sentimento, a Confederação Nacional do Transporte (CNT) foi as ruas, entre os dias 18 e 22, para ouvir os brasileiros sobre a disputa presidencial.
A CNT expôs dois cenários: um, com a atual presidente Dilma disputando à reeleição, e outro, com ex-presidente Lula, como candidato do PT. Nos dois casos, o adversário está escolhido: Aécio Neves (PSDB), atual senador, ex-governador de Minas Gerais e pré-candidato ao Palácio do Planalto.
Com os dois cenários, surge, também, um nome que desperta olhar diferente das lideranças nacionais do PT e PMDB: o presidente nacional do PSB e governador de Pernambuco, Eduardo Campos. Campos exerce o segundo mandato de Governador e, entre os socialistas, 2014 pode ser o momento para o pernambucano dá um vôo mais alto.
A pesquisa da CNT sobre as eleições presidenciais mostra que, na disputa entre Dilma e Aécio Neves, a petista teria 59% das intenções de votos, ficando em segundo lugar, com 14,8%, o tucano e, em terceiro lugar, com 6,5%, o socialista Eduardo Campos. Em outro cenário, Lula ficaria com 69,8% das intenções de voto, Aécio com 11,9% e Campos, com 3,2%.
Além de traçar o cenário eleitoral de 2014, a pesquisa da CNT fez, também, avaliação do Governo da presidente Dilma Roussef e sobre o sentimento dos brasileiros em relação à economia. Dos entrevistados, 38,4% revelaram preocupação e deixaram de comprar, enquanto 60,8% não diminuíram o ritmo de consumo.
Os sonhos dos brasileiros passam, conforme os números da pesquisa CNT, pela compra da casa própria (57%), carro novo (17,9%), móveis e eletrodomésticos (8,2%), viagem internacional (7,4%) e televisão moderna (1,9%)."
 Com informações da assessoria de imprensa da CNT.

Nenhum comentário:

Postar um comentário