sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Ciro Gomes chama policiais grevistas de marginais de farda

"As palavras quando saem do ex-governador Ciro Gomes parecem chicotadas, tamanha a fúria como são desferidas.
Suas declarações sobre a greve dos policiais militares mostram que o caso ainda não foi absorvido e tem difícil digestão no Palácio da Abolição.
Com a ferida ainda aberta, Ciro Gomes de forma natural foi questionado pela imprensa sobre a greve e veio a fala dura, a batida forte que botou gasolina na fogueira que virou a polêmica greve.
Ciro Gomes foi porta-voz de um desabafo que o irmão governador está querendo fazer, só não pondo seu sentimento à população para manter o equilíbrio que lhe é exigido pelo cargo que ocupa."
(com blog do Roberto Moreira)

Nenhum comentário:

Postar um comentário