sábado, 8 de outubro de 2011

CIRO GOMES: "TASSO NÃO MERECIA PASSAR O QUE ESTÁ PASSANDO"


“O Tasso não merecia passar o que está passando, por tudo que fez pelo Ceará. Não merecia ficar com dois deputados estaduais: um, porque é parente, e outro porque é doido e ninguém quer”, disse o ex-governador Ciro Gomes, ao ser entrevistado pela Rádio Campo Maior, de Quixeramobim, nesta semana, após palestra para empresários e lideranças políticas da região sobre Conjuntura Nacional.
A resposta foi a uma pergunta sobre a debandada de parlamentares do PSDB para o PSD, sigla alternativa do Palácio da Abolição. O PSDB ficou com apenas João Jaime, casado com sobrinha de Tasso, e com Fernando Hugo, que reagiu a essa crítica indireta de Ciro qualificando o ex-governador de “desocupado profissionalmente”.
(Vertical / O POVO)

Um comentário:

  1. Resposta do dep. Fernando Hugo as criticas de Ciro Gomes: Em respota, Fernando Hugo retrucou:

    "O MUNDO DA HONESTIDADE É DOS DOIDOS.

    Segundo os cientistas, existe uma sintonia imensa entre gênios e doidos. Não me causa constrangimento e/ou abatimento algum ser chamado, por alguém desocupado profissionalmente e/ou destemperado, de doido. Ficaria deveras desmoralizado e abatido caso alguém se referisse a minha pessoa como corrupto, improbo, oportunista, faltoso às atividades políticas, megalomaníaco, traidor, etc. Estou no sexto mandato consecutivo na Assembleia Legislativa, sem nunca ter perdido uma eleição, nem tão pouco ter sido trazido para a Assembleia pelas mãos generosas do governador de então, Tasso Jereissati, que foi apunhalado traiçoeiramente pelos Judas Escariotes que estão no poder. Sou tido pelas pesquisas feitas pelo Anuário do Ceará sempre como um dos cinco mais influentes parlamentares da Assembleia Legislativa e nunca me prestei a “lamber botas” do presidente Lula da Silva ou de quem está no poder, transferindo título eleitoral como capacho serviçal da pior qualidade e levando carões e gritos públicos. Por isso, VIVA A MINHA DOIDEIRA!
    Dep. Fernando Hugo.

    ResponderExcluir