Pular para o conteúdo principal

SUCESSÃO EM MASSAPÊ: SURGEM CANDIDATOS E ONDE ESTÃO OS PROGRAMAS DE GOVERNO?

Já comentamos aqui no blog sobre  o cenário político para a sucessão municipal no ano vindouro. Começam a surgir os pré-candidatos aos cargos majoritários e proporcionais. Entendo, agora, como necessário que essa discussão perpasse pela elaboração não somente da plataforma política mas de um Projeto de Governo que atenda às reais necessidades do povo massapeense.
Sem demérito ao atual gestor e aos anteriores, até porque isso é fruto de uma cultura débil, pragmática e desarrazoada, sabe-se que as administrações do município de Massapê sempre desfaleceram de um projeto de governo, construído ainda no debate eleitoral , contando com a ampla participação de todos os segmentos sociais. Na verdade, não houve e não há projetos sólidos cuja construção tenha sido legitimada pelos municípes através de um debate amplo, irrestrito e sem a coloração partidária extremizada. 
Sonho muito com um dia em que as coisas aconteçam movidas por um sentimento maior , mais nobre, mais verdadeiro, o qual exige que o homem público esteja sempre  aberto à escuta da população, com especial  atenção àqueles que na maioria das vezes ficam à margem das decisões políticas. E esse exercício da escuta implica estar aberto aos anseios, frustrações e desejos dos dos seus administrados.
Sugiro aos pré-candidatos aos cargos majoritários que inicem essa cruzada "da escuta do povo"  para elaboração de um projeto de governo participativo, autêntico, que represente a vontade da maioria. Temos grandes sonhos e muitas necessidades. Por outro lado, os desafios são tantos. Se não pararmos para discutir o futuro de Massapê e nos prendermos unicamente na escolha de candidatos, os anos passarão e as coisas continuarão a ser tratadas pelo improviso. Outro aspecto que julgo relevante é percebemos que um programa de governo legítimo  não pode ser discriminatório, personalista, muito menos deverá ser construído dentro de um gabinete. É preciso, na verdade, ir ao encontro do povo, nas comunidades, nas ruas e nas escolas,ou em qualquer lugar.
Através de um "amplo debate" é que conseguiremos de fato estabelecer as prioridades e as ações que deverão, após planejadas, serem implementadas na defesa das aspirações dos massapeenses. Portanto, é preciso pensar mais no povo e menos no "EU". É preciso superar as práticas políticas discriminatórias, partidarizadas, que na verdade só dividem o nosso povo, imaginando que se está diante de um estado permanente de beligerância. 
Podemos ter posições políticas diferentes mas isso não nos deve fazer inimigos um do outro. É hora de sobrepujarmos o espírito da mediocridade, que nos limita e nos impõe cegueira aos olhos, e partirmos para um tempo de construção que não se permita perder-se em interesses mesquinhos, de um grupo. Afinal, lá fora há uma população ávida por melhores dias.
Nas próximas postagens tratarei mais sobre esse assunto.Obrigado pela leitura!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

HOMENAGEM ÀS MÃES: UM DOS MAIS BELOS TEXTOS QUE JÁ LI

Resolvi homenagear às mães com esse texto que considero uma das mais belas páginas já escritas pela inteligência humana. Neste azo, quero cumprimentar a minha adorável mãe Terezinha Albuquerque e à minha esposa e companheira de todas as horas Marlúcia, mãe do meu bem mais precioso.
Retrato de Mãe
Uma simples mulher existe que, pela imensidão de seu amor, tem um pouco de Deus; e pela constância de sua dedicação, tem muito de anjo; que, sendo moça, pensa como uma anciã e, sendo velha, age com as forças todas da juventude; quando ignorante, melhor que qualquer sábio desvenda os segredos da vida, e, quando sábia, assume a simplicidade das crianças; pobre, sabe enriquecer-se com a felicidade dos que ama, e, rica, empobrecer-se para que seu coração não sangre ferido pelos ingratos; forte, entretanto estremece ao choro de uma criancinha, e, fraca, entretanto se alteia com a bravura dos leões; viva, não lhe sabemos dar valor porque à sua sombra todas as dores se apagam, e, morta, tudo o que so…

DICA DE LIVRO: JESUS, O MAIOR LÍDER QUE JÁ EXISTIU, de Laurie Beth Jones

Sempre tenho falado da importância do exercício da liderança, tanto na vida profissional, como pessoal. Como fruto dessa necessidade indico o livro JESUS, O MAIOR LÍDER QUE JÁ EXISTIU, de Laurie Beth Jones (Editora Sextante). A autora é consultora de marketing e conferencista de renome nos Estados Unidos. O livro trata sobre os princípios de liderança de Jesus Cristo e como podem eles ser aplicados no trabalho, gerando crescimento, harmonia e realização. Numa abordagem espirituosa, a autora compara Jesus a um empresário que montou uma equipe de 12 pessoas que estava longe de serem perfeitas, mas conseguiu treiná-las e motivá-las para cumprirem sua missão com sucesso. Nesse contexto, o livro mostra um modelo de gestão baseado em três categorias de forças: autodomínio, ação e relações. Entre as frases geniais do livro, destaco: "Esperar o tempo perfeito é uma grande desculpa e uma racionalização para se ficar parado e não fazer nada." (pág. 44); "Os líderes que compartilha…

DICA DE LIVRO: AUTO DA BARCA DO INFERNO, de Gil Vicente

Ainda da Coleção Clássicos Saraiva, indico para leitura a obra "O AUTO DA BARCA DO INFERNO", do humanista português Gil Vicente. Inicialmente destaco que Gil Vicente é um importante autor da literatura portuguesa e foi o fundadador do teatro em Portugal. Situada no limiar entre a Idade Média e o Renascimento, no período que ficou conhecido como Humanismo, entre os séculos XV-XVI, a obra vicentina é um atestado exemplar dessa transição de costumes e valores. Tendo temática de base religiosa, seu teatro consegue harmonizá-la com elementos profanos. "O auto da barca do inferno" é a obra mais famosa de Gil Vicente e um clássico do teatro de língua portuguesa. Seu tema central são as personagens que, mortas, são conduzidas à barca que as levará ao Inferno ou Paraíso. As cenas retratam o diálogo jocoso que cada um dos pecadores trava com o Anjo e com o Diabo. São muitas os personagens sociais que fazem parte do drama: Frade, Sapateiro, Fidalgo, Alcoviteira, Enfocado e ou…