sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Heitor Férrer é o único a defender Tasso sobre críticas feitas por Cid Gomes


As críticas feitas pelo governador Cid Gomes (Pros) a Tasso Jereissati (PSDB) repercutiram na Assembleia Legislativa nessa quinta-feira (7/11), no entanto, os parlamentares, que antes eram aliados do tucano, preferiram silenciar diante do pronunciamento de Cid.
O único a fazer contraponto ao governador foi o deputado Heitor Férrer (PDT): “O que o Cid quer é se contrapor ao seu criador. Isso de forma superficial, porque tudo que hoje se pensa para o Ceará, aliado ou opositor, passa obrigatoriamente pelas obras estruturantes que o Tasso fez”, disse.
Sobre a afirmação de Cid, feita através do Facebook, que afirmou ter feito duas vezes mais em sete anos de governo do que Tasso em treze, Férrer classificou a comparação como “desproporcional”.
“Eu queria ver ele fazer o que disse que fez pegando o Estado como Tasso pegou [...] é indiscutível, existe um Ceará antes de Tasso e outro depois de Tasso”, explicou.
Ex-filiados ao PSDB como Fernando Hugo (SDD), Téo Menezes (DEM), Osmar Baquit (PSD) e Professor Teodoro (PSD), estavam presentes na sessão, mas não comentaram o assunto. Já o parlamentar João Jaime (DEM), também ex-tassista, não estava presente na sessão.
(com Ceará Agora)

Nenhum comentário:

Postar um comentário