terça-feira, 15 de outubro de 2013

Ministro Joaquim Barbosa não descarta candidatura após aposentadoria


O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, disse nesta segunda-feira (14) que pensa em se aposentar antes do limite legal de 70 anos e não descartou a possibilidade de entrar para a política e disputar a Presidência da República. Aos 59 anos, o ministro negou a intenção de ser candidato em 2014, mas afirmou que, depois de deixar o tribunal, terá tempo para “refletir” sobre o futuro. Barbosa proferiu palestra de 15 minutos no 8º Congresso Internacional da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), que acontece no Rio de Janeiro, e reúne 1.300 pessoas de 87 países.

O ministro criticou a “mercantilização” dos partidos políticos, defendeu o voto facultativo e candidaturas avulsas, sem filiação a legendas, e atacou a “cultura jurídica complacente com a impunidade”. Barbosa fez apresentação sobre o tema “Avanços e retrocessos institucionais no Brasil” e respondeu a perguntas de jornalistas. “Não tenho no momento nenhuma intenção de me lançar candidato a presidente. No futuro, terei tempo para pensar nisso”, disse Barbosa sobre o possível ingresso na política. “Nunca cogitei (entrar na política), sempre tive carreira técnica. No dia que eu deixar o tribunal, terei tempo para refletir sobre isso”, afirmou. Questionado se exerceria o cargo de ministro do STF até os 70 anos, respondeu: “Acho muito difícil”.

Fonte: O Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário