sexta-feira, 7 de outubro de 2011

NO ÚLTIMA DIA DE FILIAÇÃO, CONFRONTO ENTRE OS PARTIDOS NO CEARÁ

"Hoje é o último dia de prazo para filiações. Quem quiser disputar as eleições de 2012 terá que estar filiado até o final do dia. No Ceará, o quadro eleitoral ainda é confuso em vários partidos - PSB, PSD, PRB - onde há confronto entre aliados do governador Cid Gomes pelo controle dessas legendas nos Municípios.
Para conter essas brigas, a direção regional do PSD promoveu mudanças de última hora em comissões provisórias em várias cidades do Estado. Tianguá é um delas. Por sua vez,o vice-presidente do PSB, deputado Zezinho Albuquerque, vai deixar de organizar a sigla em alguns municípios do Estado. No PRB a disputa pelo comando do partido também é acirrada tanto que provocou discursos do deputado Perboyare Diógenes na Assembleia.
Mas, os problemas partidários não se restrigem as legendas mais próximas ao governador Cid Gomes. O Partido Social Liberal (PSL) no Ceará pode terminar o dia sem seu presidente regional. O vereador Zé do Carmo negocia a sua filiação ao PSB de Fortaleza. Seria uma manobra para conseguir facilitar a sua reeleição uma vaga na Câmara Municipal.
O PSL tem quatro vereadores na Câmara de Fortaleza - Zé do Carmo, Marcílio, Luciram Girão e Leda Moreira. Comandado com mão de ferro nos últimos quatro anos por Zé do Carmo, o PSL minguou. Os suplentes da sigla pediram para sair e não houve novas filiações.
A consequência dessa direção centralizadora de Zé do Carmo foi o desastre anunciado para as eleições 2012: o PSL corre o risco de não reeleger nenhum vereador ou no máximo escapará apenas um ou dois vereadores da bancada de quatro aliados da prefeita Luizianne Lins.
Essa situação levou ao desespero o próprio presidente Zé do Carmo. Em sucessivas reuniões ocorridas nesta semana e na anterior, Zé do Carmo tentou construir uma coligação com o PSB via presidente da Assembleia, deputado Roberto Cláudio. Como não houve interesse dos socialistas com essa aliança, Zé do Carmo buscou se salvar tentando ele próprio conseguir uma vaga para ingressar no PSB ficando sob a sombra do governador Cid Gomes.
Mais um veto aconteceu da direção municipal do PSB de Fortaleza que não aceitou a filiação de Zé do Carmo e nem de outros vereadores que também queriam aderir ao partido. Agora, o PSL vive esse dilema sobre o que fazer. As pequenas siglas que disputarão as eleições 2012 não querem se coligar pois temem virar apenas "bucha" da bancada do PSL."
(Com Folha on Line)

Nenhum comentário:

Postar um comentário