Pular para o conteúdo principal

OBRAS DA ESTRADA MASSAPÊ-SOBRAL: TRANSTORNO, DESORGANIZAÇÃO E DESRESPEITO

Transtono e desorganização fazem parte da obra de restauração da Estrada Massapê-Sobral. Primeiro: não tem sinalização no local - um perigo. Segundo: a máquina utilizada na estrada deixa um rastro  de trepidação que afrouxa  o parafuso de qualquer carro, gerando prejuízos de toda ordem.  Além disso: um dia a obra está a todo vapor; no outro, você só vê uma máquina de lá para cá deixando a rodovia quase intransitável. E vem a pergunta: Qual a construtora é responsável pela obra? Afinal,trata-se de dinheiro público. Lá impera a desorganização e a ineficiência. Imaginem suportar essa lástima durante sete meses. Sem dúvidas, poucos carros vão sobreviver.

Comentários

  1. Amigo-irmão Carlinhos, a vida nos ensina : "Agere sequitur esse." " Eficácia é fazer as coisas certas e eficiência é fazer certo as coisas..." " Para fazer grandes coisas não é necessário estar acima dos homens. É necessário estar com eles. " " O único lugar onde o sucesso vem antes que o trabalho é no dicionário. " " Que vantagem têm os mentirosos? A de não serem acreditados quando dizem a verdade. " " Não devemos ter medo dos confrontos. Até os planetas se chocam e do caos nascem as estrelas. " " Agravo vulgar à Política é confundi-la com a astúcia." " A Sabedoria própria dos sábios consiste em uma extraordinária dose de bom senso." " Eu não procuro saber as respostas, procuro compreender as perguntas. " " Há pessoas que nos roubam... Há pessoas ( cidadãos ) que nos devolvem... !" " Ao Governo compete, em função das prioridades de todo o Estado, decidir sobre o que pode responsavelmente autorizar,em face dos recursos finitos existentes e diante das inúmeras demandas dos vários setores do Estado. " " Os sete pecados capitais responsáveis pelas injustiças sociais são: riqueza sem trabalho; prazeres sem escrúpulos; conhecimento sem sabedoria; comércio sem moral; política sem idealismo; religião sem sacrifício e ciência se humanismo. " " O Político ,na mais plena expressão desse vocábulo, enfrenta corajosamente os gigantescos desafios,revelando compromisso com os legítimos anseios do povo e com o que impõe sua consciência, evidenciando dignidade e coerência. Destarte, professa o respeito maior pelo povo, gera credibilidade e faz a diferença, embora " a vida seja curta para tão dura arte... " R

    ResponderExcluir
  2. Retificando : ...ciência sem humanismo. Em tempo : Disse Benjamin Franklin: " Nada é mais certo neste mundo do que a morte e os impostos." 7 de Setembro de 1822: " Ouviram ou não ouviram do Ipiranga?" Mesmo assim, o espírito patriótico nos impulsiona a repetirmos o comentário de nosso ilustre compatriota Rui Barbosa: " A Pátria não é ninguém: são todos; e cada qual tem no seio dela o mesmo direito à idéia, à palavra, à associação. A Pátria não é um sistema, nem uma seita, nem um monopólio, nem uma forma de governo: é o céu, o solo, o povo, a tradição, a consciência, o lar, o berço dos filhos e o túmulo dos antepassados, a comunhão da lei , da língua e da liberdade. Os que servem são os que não invejam, os que não infamam, os que não conspiram, os que não sublevam, os que não desalentam, os que não emudecem, os que não se acobardam, mas resistem, mas ensinam, mas esforçam, mas pacificam, mas discutem, mas praticam a justiça, a admiração e o entusiasmo. Porque todos os sentimentos grandes são benignos e residem originariamente no amor. "

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  4. Hímen complacente ?
    Insolência ? Sórdida reflexão ... Ginecologista do trânsito, ou melhor, do desvio, suas belas sinapses... não assistiu ainda a aula de Ética...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

HOMENAGEM ÀS MÃES: UM DOS MAIS BELOS TEXTOS QUE JÁ LI

Resolvi homenagear às mães com esse texto que considero uma das mais belas páginas já escritas pela inteligência humana. Neste azo, quero cumprimentar a minha adorável mãe Terezinha Albuquerque e à minha esposa e companheira de todas as horas Marlúcia, mãe do meu bem mais precioso.
Retrato de Mãe
Uma simples mulher existe que, pela imensidão de seu amor, tem um pouco de Deus; e pela constância de sua dedicação, tem muito de anjo; que, sendo moça, pensa como uma anciã e, sendo velha, age com as forças todas da juventude; quando ignorante, melhor que qualquer sábio desvenda os segredos da vida, e, quando sábia, assume a simplicidade das crianças; pobre, sabe enriquecer-se com a felicidade dos que ama, e, rica, empobrecer-se para que seu coração não sangre ferido pelos ingratos; forte, entretanto estremece ao choro de uma criancinha, e, fraca, entretanto se alteia com a bravura dos leões; viva, não lhe sabemos dar valor porque à sua sombra todas as dores se apagam, e, morta, tudo o que so…

DICA DE LIVRO: JESUS, O MAIOR LÍDER QUE JÁ EXISTIU, de Laurie Beth Jones

Sempre tenho falado da importância do exercício da liderança, tanto na vida profissional, como pessoal. Como fruto dessa necessidade indico o livro JESUS, O MAIOR LÍDER QUE JÁ EXISTIU, de Laurie Beth Jones (Editora Sextante). A autora é consultora de marketing e conferencista de renome nos Estados Unidos. O livro trata sobre os princípios de liderança de Jesus Cristo e como podem eles ser aplicados no trabalho, gerando crescimento, harmonia e realização. Numa abordagem espirituosa, a autora compara Jesus a um empresário que montou uma equipe de 12 pessoas que estava longe de serem perfeitas, mas conseguiu treiná-las e motivá-las para cumprirem sua missão com sucesso. Nesse contexto, o livro mostra um modelo de gestão baseado em três categorias de forças: autodomínio, ação e relações. Entre as frases geniais do livro, destaco: "Esperar o tempo perfeito é uma grande desculpa e uma racionalização para se ficar parado e não fazer nada." (pág. 44); "Os líderes que compartilha…

DICA DE LIVRO: AUTO DA BARCA DO INFERNO, de Gil Vicente

Ainda da Coleção Clássicos Saraiva, indico para leitura a obra "O AUTO DA BARCA DO INFERNO", do humanista português Gil Vicente. Inicialmente destaco que Gil Vicente é um importante autor da literatura portuguesa e foi o fundadador do teatro em Portugal. Situada no limiar entre a Idade Média e o Renascimento, no período que ficou conhecido como Humanismo, entre os séculos XV-XVI, a obra vicentina é um atestado exemplar dessa transição de costumes e valores. Tendo temática de base religiosa, seu teatro consegue harmonizá-la com elementos profanos. "O auto da barca do inferno" é a obra mais famosa de Gil Vicente e um clássico do teatro de língua portuguesa. Seu tema central são as personagens que, mortas, são conduzidas à barca que as levará ao Inferno ou Paraíso. As cenas retratam o diálogo jocoso que cada um dos pecadores trava com o Anjo e com o Diabo. São muitas os personagens sociais que fazem parte do drama: Frade, Sapateiro, Fidalgo, Alcoviteira, Enfocado e ou…