segunda-feira, 4 de julho de 2011

Veja comprova denúncias do governador Cid contra Ministério dos Transportes

"Por ordem da presidente Dilma, ministro Alfredo Nascimento demite principais auxiliares e ainda pode cair.
Menos de 60 dias depois do governador Cid Gomes ter atacado duramente o ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, acusando-o de ser " inepto, incompetente e desonesto", e de ter classificado o ministério de "laia" e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) de "quadrilha", a revista Veja desta semana comprova todas as acusações através da publicação da reportagem " O mensalão do PR" , quando mostra que há um esquema de cobrança de propina de 4% pela turma de Alfredo Nascimento.
Apesar de permanecer na China negociando acordos comerciais para o Ceará, o governador Cid Gomes foi informado que a presidente Dilma determinou ao ministro Alfredo Nascimento a demissão de toda a cúpula do ministério dos Transportes. Caíram o chefe de gabinete, Mauro Barbosa, o diretor geral do Dnit, Luiz Pagot e outros assessores encarregados de cobrar dinheiro a empreiteiros que executavam obras de infra-estrutura para o ministério dos Transportes.
O governador Cid Gomes ainda não se manifestou sobre a denúncia publicada pela revista Veja que ameaça até demitir o próprio ministro Alfredo Nascimento nesta semana. A própria presidente Dilma foi alertada por Cid Gomes da situação de descontrole no ministério dos Transportes. Resolveu apurar e constatou que o órgão estava mesmo sem controle, segundo declaração publicada pela Veja. Por isso, Dilma nomeou as ministras - Gleise Hoffmann( Casa Civil) e Mirian Belchior (Planejamento) para monitorar todas as obras em execução no Brasil.
Com a demissão de seus principais auxiliares, o ministro Alfredo Nascimento tenta resistir a um pedido de afastamento do cargo, mas crescem as pressões em Brasília para que ele se demita e evite o constrangimento de ser defenestrado do ministério pela própria presidente Dilma.
Na semana que passou, a Assembleia do Ceará havia recusado a autorização para que o Superior Tribunal de Justiça(STJ) abrisse um processo contra o governador Cid Gomes por injúria e calúnia a pedido do ministro Alfredo Nascimento. Agora, com a revelação do esquema de corrupção no seu ministério através da revista Veja, o governador Cid Gomes pode até processar Nascimento pelo constragimento a que foi submetido."
Fonte: Ceará Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário